Javier Tebas, presidente da Liga espanhola, voltou a deixar críticas ao Real Madrid pelo envolvimento na criação da Superliga Europeia. Num evento promovido pela agência noticiosa Europa Press, Tebas sublinha que o organismo cumpriu com as "obrigações ao nível dos impostos", contrariando os argumentos apresentados por Florentino Pérez, presidente dos 'merengues'.

"Quando diz que o futebol está a caminho da ruína, não é verdade. O futebol não está a caminho da ruína, bem pelo contrário. Encaixámos menos dois mil milhões de euros e os clubes grandes foram mais afetados pela bilheteira. Há que felicitar os clubes pelos esforços, assim como os jogadores", afirmou Tebas.

O presidente da Liga espanhola não exclui a hipótese de sancionar o Real Madrid pelo envolvimento no projeto da Superliga.

"Respeito a autonomia da UEFA, que deve tomar uma decisão segundo os seus estatutos. O que fizerem terá uma base jurídica suficiente. A UEFA não pode ficar passiva perante isto, e a La Liga também não. Temos de colocar em prática mecanismos de proteção para que não volte a acontecer", sublinhou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto