Em Espanha, a posição de Ronald Koeman no Barcelona é cada vez mais frágil, o 'jornal AS' considera mesmo que o holandês está preso por arames e que a direção do clube catalão ainda não o demitiu por não ter encontrado um substituto.

A mesma publicação refere que há mesmo uma cisão definitiva entre Koeman e a direção do Barça encabeçada pelo presidente do clube Laporta.

O 'AS' adianta que o técnico continuará para já no comando da equipa na próxima partida frente ao Cadiz e também nos embates frente ao Benfica para a Champions e também no encontro frente ao Atlético de Madrid. Contudo é certo, garantem os espanhóis, que Koeman está a prazo, e só o 'timing' e também questões financeiros impedem para já que tenha sido encontrado um substituto. É que para o treinador sair há verbas envolvidas e como é sabido a saúde financeira do Barcelona não é propriamente a mais recomendável.

Laporta quer encontrar um substituto, mas não um técnico a prazo, para levar a equipa até final da época, mas sim uma opção sólida. Há vários nomes que estão em cima da mesa: Robert Martínez (selecionador belga), que é visto como a alternativa número 1. O presidente do Barça pensou ainda nos nomes de Andrea Pirlo e Joachim Low. Mais distante da realidade económica do Barcelona está o nome de António Conte.

Recorde-se que o Barcelona ocupa o 7.º lugar da La Liga a cinco pontos do líder Real Madrid. Na Champions, os catalães foram derrotados de forma concludente pelo Bayern (3-0) na primeira jornada do grupo E.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.