O francês Jean-Louis Gasset, ex-treinador do Bordéus, foi nomeado responsável técnico da seleção da Costa do Marfim, anunciou Idriss Diallo, presidente da Federação de Futebol daquele país (FIF).

Jean-Louis Gasset, de 68 anos, que já treinou vários clubes franceses, entre eles Montpellier, Saint-Etienne e Bordéus, sucede a outro francês, Patrice Beaumelle, cujo contrato terminou no início de abril e não foi renovado.

No seu percurso como treinador, Gasset desempenhou também as funções de adjunto de Laurent Blanc durante oito anos, no Bordéus, na seleção francesa e no Paris Saint-Germain.

“O nosso objetivo com Gasset é vencer o próximo CAN (a Costa do Marfim deve sediar a edição de 2023) ou, pelo menos, chegar às meias-finais, caso contrário o seu contrato não será renovado por mais um ano”, avisou Idriss Diallo durante uma conferência de imprensa em Abidjan.

No entanto, o dirigente costa-marfinense revelou estar confiante no trabalho de Jean-Louis Gasset, que “conhece futebol africano e tem capacidade de organização”, aspeto que, segundo ele, prevaleceu na hora de o escolher entre um lote de 22 treinadores que se candidataram ao cargo.

Idriss Diallo foi eleito presidente da federação da Costa do Marfim no passado dia 23 de abril, com uma vitória expressiva sobre ex-futebolista Didier Drogba, que também se candidatou às eleições.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.