A FIFA confirmou hoje a suspensão vitalícia do antigo presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Marco Polo del Nero, que perdeu o recurso perante o Comité de Disciplina (CD) daquele organismo.

A sanção inclui ainda uma multa de 889 mil euros, depois de o antigo dirigente de 78 anos receber subornos de empresas de ‘marketing’ desportivodevido a contratos de direitos televisivos da Copa América, Taça Libertadores e Taça do Brasil.

O advogado sucedeu em 2015 a José Maria Marin, ele próprio condenado em agosto de 2018 pelo tribunal norte-americano a quatro anos de prisão por corrupção no mesmo caso, tendo sido também suspenso de forma vitalícia.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.