O futebolista internacional dinamarquês Christian Eriksen, que sofreu uma paragem cardíaca na estreia da sua seleção no Euro2020, voltou hoje aos treinos, informou o Odense, clube o que formou.

“Estamos (...) felizes por ele nos ter perguntado se poderia retomar os treinos em Adalen”, o centro de treinos do OB (Odense Boldklub), da primeira divisão dinamarquesa, congratulou-se o diretor desportivo, Michael Hemmingsen.

O atleta, de 29 anos, que está contratualmente ligado ao Inter de Milão até 2024, foi vítima de uma paragem cardíaca em 12 de junho, em Copenhaga, no desafio com a Finlândia.

Eriksen, que não sabe ainda se um dia poderá voltar à alta competição, ter-se-á focado em exercícios físicos e algum treino com bola.

O atleta voltou a Itália em agosto, poucas semanas depois de lhe ter implantado um desfibrilhador, para prevenir o risco de morte súbita: ainda assim, o regresso aos relvados da Série A parece improvável, até porque o uso deste tipo de aparelhos está proibido nas provas transalpinas.

O Inter revelou no verão que o atleta iria “seguir, em Copenhaga, um programa de reabilitação preparado por especialistas”, sem comentar o seu eventual retorno à competição.

Para voltar ao futebol profissional, Eriksen deverá prosseguir a carreira num campeonato que permita o uso de desfibrilhador.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.