O treinador do Recreativo da Caála David Dias morreu hoje em Luanda, após duas paragens cardíacas, devido a insuficiência respiratória aguda, como consequência da covid-19, anunciou o presidente do clube, Horácio Mosquito.

O também ex-jogador de Torreense, Juventude de Lisboa e FC Maia, de Portugal, fazia parte dos 13 integrantes da equipa que testaram positivo ao novo coronavírus em junho.

No plantel do Recreativo da Caála, foram diagnosticados com covid-19 três técnicos, um fisioterapeuta, um elemento afeto à área de segurança da sede do clube e oito futebolistas.

Enquanto técnico, David Dias, de 51 anos, orientou também o Progresso Sambizanga e o Santos FC, além da passagem por Inglaterra.

Angola conta com 39.593 casos positivos, 925 óbitos, 34.100 recuperados e 4.568 activos. Dos activos, 14 são críticos, 15 graves, 41 moderados, 11 leves e 4.487 assintomáticos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.