O treinador inglês Mark Parsons deixa o cargo de selecionador de futebol feminino dos Países Baixos, depois da dececionante campanha no Europeu, em que a equipa que defendia o título foi afastada nos quartos de final.

Parsons, que termina funções numa decisão de mútuo acordo com a Federação neerlandesa, efetuou o último jogo nos ‘quartos’ do Europeu, em que os Países Baixos foram derrotados pela França por 1-0, após prolongamento.

O treinador estava no cargo desde maio do último ano e tinha a difícil missão de fazer esquecer a neerlandesa Sarina Wiegman, que em 2017 levou a seleção dos Países Baixos ao seu primeiro título europeu, e este ano fez o mesmo com a Inglaterra.

Na fase de grupos, a seleção neerlandesa foi segunda classificada, atrás da Suécia, no grupo de Portugal, batendo a equipa das 'quinas' por 3-2.

“A fasquia é alta. Os Países Baixos eram os campeões em título e também finalistas do último campeonato do mundo, queremos competir por troféus”, disse Jan Dirk van der Zee, responsável pela pasta do futebol feminino na federação neerlandesa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.