O Liverpool empatou este sábado sem golos com o Bolton Wanderers, do segundo escalão inglês de futebol, e vai ser forçado a disputar um segundo jogo para decidir a presença na quinta ronda da Taça de Inglaterra.

Além dos "reds" também o Sunderland e o Fulham vão discutir a eliminatória num segundo jogo, depois do nulo registado hoje.

A quarta eliminatória fica marcada pela inesperada eliminação do Chelsea, treinado pelo português José Mourinho, na sequência da derrota em casa com o Bradford, do terceiro escalão, por 4-2.

Os "blues" chegaram a estar a vencer por 2-0, com golos de Gary Cahill e de Ramires, mas o Bradford deu a volta ao marcador, graças aos tentos de Stead (41), do português Filipe Morais (75), ex-jogador do Chelsea, Halliday (82) e Yeates (90+4).

Os líderes da Liga inglesa foram acompanhados nas eliminações surpresas pelo campeão inglês Manchester City, que perdeu em casa por 2-0 com o Middlesborough, do segundo escalão.

Além dos dois primeiros classificados da Liga inglesa, a prova perdeu também o Southampton, que segue na terceira posição, e que hoje foi derrotado em casa pelo Crystal Palace, por 3-2.

Num jogo entre duas equipas da primeira liga, o Tottenham despediu-se da competição ao ser derrotado em casa pelo Leicester, por 2-1.

O Blackburn Rovers, do segundo escalão, qualificou-se para a quinta eliminatória ao derrotar em casa o Swansea City – equipa na qual o português Nelson Oliveira entrou aos 77 minutos –, por 3-1, depois de ter estado a perder por 1-0.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.