O primeiro-ministro afirmou que a seleção nacional de futebol, que hoje foi afastada do Euro2012, demonstrou a «um sólido espírito de equipa» e espera que este «exemplo» permita aos portugueses «superar metas ainda mais exigentes».

Numa declaração emitida pouco depois do jogo de Portugal frente a Espanha, que esta noite afastou a equipa portuguesa do Euro2012, Passos Coelho considerou que «ao longo deste campeonato, a seleção revelou tenacidade, destreza técnica e um sólido espírito de equipa, sem nunca virar a cara à luta, confirmando-se como uma das quatro melhores da Europa».

«Dirijo uma calorosa palavra de saudação a toda a representação nacional - jogadores, técnicos e dirigentes - na certeza de que o exemplo agora evidenciado no Europeu nos permitirá superar metas ainda mais exigentes num futuro próximo, como símbolo da vontade de vencer que anima todos os portugueses mesmo nos momentos mais difíceis», rematou o primeiro-ministro.

Também o ministro-adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, que tutela o Desporto, saudou a seleção portuguesa de futebol pela «brilhante participação» no Euro2012 que «prestigiou o desporto» de Portugal.

Para Relvas, o Euro2012 vai ficar «na memória de todos os portugueses como um dos momentos mais altos do desporto nacional», o que, acrescentou, confirma «o excelente trabalho» da equipa portuguesa.

Portugal foi hoje afastado no Euro2012, em Donetsk, na Ucrânia, ao perder ao com a Espanha por 4-2 nas grandes penalidades.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.