O Mar Mediterrâneo viu esta semana uma das maiores tragédias da sua história. Um navio que transportava imigrantes líbios rumo à ilha de Lampedusa, Itália, naufragou, deixando centenas de desaparecidos.
O clube alemão St.Pauli, num gesto de solidariedade iniciou uma campanha para recolher fundos para a associação Sea Watch, organização que atua no resgate dos desaparecidos no Mediterrâneo. Foi este grupo que enviou um navio à região entre a costa da Líbia e Malta, dando os primeiros socorros e abrigo aos náufragos.
O dirigente do St. Pauli, Michael Meeske, comentou o papel do clube na ajuda às vítimas. “Nós não podemos deixar os refugiados sozinhos. É um grande desastre humanitário e isso toca-nos. Temos um programa local para refugiados e estamos a reunir rapidamente os recursos necessários para ajudar”, afirmou.
Em 48 horas o St. Pauli conseguiu reunir 20 mil euros. O dinheiro pode ser doado através do site betterplace.org.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.