A nova temporada da Bundesliga começa esta sexta-feira, com o campeão Bayern de Munique a defrontar o Borussia Monchengladbach.

O novo treinador do Bayern Julien Nagelsmann, de 34 anos, está sob pressão para garantir o 10.º título de campeão alemão no final da sua primeira época no comando.

A Agence France-Presse analisou os clubes que podem impedir que o Bayern complete uma década de domínio na Bundesliga.

Borussia Dortmund

O ala inglês Jadon Sancho pode ter saído para se juntar ao Manchester Inited, mas o Dortmund será uma força a ter em conta com o novo treinador Marco Rose.

O avançado neerlandes Donyell Malen foi contratado aos PSV Eindhoven, para alinhar ao lado de Erling Braut Haaland, Marco Reus e Giovanni Reyna.

Haaland marcou um hat-trick no último fim de semana, na Taça da Alemanha, continuou na toada da última época, na qual marcou 41 golos em outros tantos jogos.

O Dortmund tem poder de fogo na frente para desafiar o Bayern, mas tem de apertar a defesa.

O guarda-redes George Kobel, de 23 anos, juntou-se vindo do Estugarda, determinado a deixar de fora da baliza os compatriotas Roman Buerki e Marwin Hitz.

O Dortmund começa a época em grande. Recebem o Eintracht Frankfurt no sábado, no seu jogo de estreia na Liga e defrontam o Bayern, quatro dias depois, para a Supertaça Alemã.

Jogadores do Dortmund celebram golo na Taça da Alemanha
Jogadores do Dortmund celebram golo na Taça da Alemanha créditos: Daniel ROLAND / AFP

RB Leipzig

Depois de sofrer em busca de golos após a saída de Timo Werner para o Chelsea, o Leipzig pode ter dado um 'boost' ao seu ataque com a contratação do avançado português André Silva, debaixo do comando do novo técnico Jesse Marsch.

Além de Silva, que apontou 32 golos na Bundesliga pelo Eintracht Frankfurt na última época, o Leipzig também contratou o avançado centro Brian Brobbey, de 19 anos, vindo do Ajax.

O Leipzig vai defrontar o Mainz, atingido pelo COVID-19, no sábado e têm a oportunidade de deixar marca no campeonato bem cedo, quando receberem o Bayern a 11 de setembro.

Marsch identificou os jogos com o Bayern e com o Dortmund como jogos "de topo" que o Leipzig deve "conquistar" no seu objetivo de vencer a Bundesliga pela primeira vez.

Depois de oito meses ausente devido a lesões, o médio húngaro Dominik Szoboszlai, de 20 anos, estreou-se no clube com um golo, depois de sair do banco, no último fim de semana.

Marsch precisa de restruturar a sua defesa, depois de perder os centrais Ibrahima Konate, para o Liverpool e Dayot Upamecano, para o Bayern.

Equipa do Leipzig em jogo da Taça da Alemanha
Equipa do Leipzig em jogo da Taça da Alemanha créditos: EPA/RONALD WITTEK

Wolfsburgo

O Wolfsburgo está de volta à Liga dos Campeões, depois de um 'hiatus' de cinco anos e contratou o ex-médio do Bayern de Munique Mark van Bommel como treinador.

O neerlandês manteve a maioria do plantel que terminou no quarto lugar da Bundesliga na última época.

A equipa recebe o recém-promovido Bochum no sábado, mas o Wolfsburgo, que venceu o título de campeão pela última vez em 2009, precisa de recuperar rapidamente depois de perder cinco jogos na pré-época.

O avançado dos Países Baixos Wout Weghorst lidera o ataque, tendo marcado 20 golos na Liga na última época, enquanto o avançado Maximilian Philipp ficou em definitivo no clube, depois de um empréstimo do Dínamo de Moscovo.

O jogador a ter em atenção é o avançado sub-21 alemão Lukas Nmecha, que chegou do Manchester City, com contrato de quatro anos.

Nmecha nasceu na Alemanha, mas jogou pelos escalões jovens da Inglaterra depois de se mudar para lá quando era criança.

Mais tarde acabou por escolher a Alemanha, apontando o golo da vitória na final do Europeu de Sub-21, no passado mês de junho.

Wout Weghorst celebra um golo pelo Wolfsburgo
Wout Weghorst celebra um golo pelo Wolfsburgo créditos: CARMEN JASPERSEN / AFP

Borussia Monchengladbach

Os 'Die Fohlen' entraram em queda no final da época passada com os resultados a sofrerem assim que foi confirmada a saída de Marco Rose para treinar o Dortmund esta época.

O seu substituto Adi Huetter herda um planter impressionante, com o médios germânicos Lars Stindl e Jonas Hofmann ao lado os atacantes Breel Embolo, Alassane Plea e Marcus Thuram.

Num dia bom, o Gladbach pode vencer qualquer clube alemão, mas precisam de consistência.

O Gladbach recebe o Bayern esta sexta-feira, à espera de repetir a vitória surpreendente de janeiro, por 3-2, onde Hofmann bisou antes de Florian Neuhaus apontar o golo da vitória.

Equipa do Borussia Monchengladbach num amigável de pré-época
Equipa do Borussia Monchengladbach num amigável de pré-época créditos: Christof STACHE / AFP

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.