O Vasco da Gama condenou hoje a invasão por parte de integrantes de uma das suas claques ao centro de treinos da equipa, orientada pelo português Ricardo Sá Pinto, reclamando pelos maus resultdos no campeonato brasileiro de futebol.

Veja as imagens da invasão

"Nesta quinta-feira, integrantes de uma torcida organizada invadiram o CT do Almirante durante o treino da equipa profissional. O Club de Regatas Vasco da Gama compreende a insatisfação dos seus torcedores e entende que os resultados em campo estão aquém do esperado, mas é absolutamente injustificável que jogadores e comissão técnica sejam ameaçados e intimidados no seu local de trabalho", pode ler-se na nota emitida na página oficial do clube.

A direção da equipa 'carioca' acrescenta que "o futebol brasileiro já deu inequívocas provas de que este tipo de ação, além de ilegal, não surte qualquer efeito prático positivo" e que "providências já foram tomadas para que episódios como o desta quinta não voltem a se repetir".

"O Vasco reafirma que atletas, comissão técnica e diretoria estão comprometidos e empenhados em reverter a situação no campeonato brasileiro", conclui a nota.

Desde que assumiu o comando da equipa, em outubro, Sá Pinto registou uma vitória, três empates e cinco derrotas para o 'Brasileirão', mantendo a equipa em zona de descida, ao ocupar o 17.º lugar, o primeiro abaixo da linha de despromoção, com 24 pontos, menos um do que a primeira equipa acima da 'linha d´água', o Sport Recife, e menos um jogo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.