Luiz Felipe Scolari foi oficializado como novo treinador do Grêmio Porto Alegre. Esta será a quarta passagem do treinador de 72 anos pelo leme do conjunto Gaúcho.

Scolari, que se encontrava sem clube desde que, em dezembro de 2020, havia deixado o cargo de treinador principal do Cruzeiro de Belo Horizonte, orientou pela primeira vez o Grêmio no já longínquo ano de 1987, conquistando então o campeonato estadual.

Voltou em 1993 para um dos períodos de maior glória do clube, quando com jogadores como Jardel, Paulo Nunes ou Carlos Miguel (que passariam todos pelo futebol português), conquistou a Taça do Brasil, em 1994, a Taça Libertadores, em 1995, e o Brasileirão, em 1996. A terceira passagem pelo leme do Grêmio foi mais recente, entre 2014 e 2015, então já sem o mesmo sucesso.

Neste regresso, Scolari vai suceder a Tiago Nunes como treinador principal do clube, que por sua vez havia sucedido a Renato Gaúcho em abril deste ano. O Grêmio ocupa, atualmente, o 20º e último lugar do Brasileirão, com apenas dois pontos somados em oito jogos.

Antigo selecionador de Portugal (onde foi vice-campeão europeu) e do Brasil (cargo que ocupou por duas vezes, sagrando-se numa delas campeão mundial), Scolari conta no seu currículo com passagens como treinador pelo Palmeiras, Guangzhou Evergrande, Bunyodkor, Chelsea, Júbilo Iwata, Qadsia, Criciúma, Atlético Goianiense, Al-Ahli Jeddah, Kuwait, Goiás, Juventude, Pelotas e Al-Shabab.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.