A judoca Joana Santos juntou hoje ao título mundial surdolímpico na categoria -57 kg a conquista da medalha de ouro nos Jogos Surdolímpicos, competição que está a decorrer em Caxias do Sul, Brasil.

Depois de ter sido porta-estandarte da delegação portuguesa, na cerimónia de abertura realizada no domingo, a atleta do Judo Clube do Algarve, de 32 anos, chega ao objetivo assumido, na sua primeira participação nos -57 kg - antes, competia em -63 kg.

Em outubro passado, sagrou-se campeã mundial, em Versalhes, França, o que a catapultou para o estatuto de favorita.

Na sua quarta participação em Jogos Surdolímpicos, Joana Santos manteve a tradição de conquistar medalhas, depois de ter alcançado o ouro em Taipé2009, a prata em Sófia2013 e o bronze em 2017.

Joana Santos é a única mulher numa comitiva de 12 atletas. Licenciada em design de comunicação, área na qual faz trabalhos pontuais, e com um filho de três anos, Joana Santos divide o tempo entre o judo e a família, algo que mudará depois da competição no Brasil, já que pretende dedicar-se mais à família.

Os Jogos Surdolímpicos Caxias do Sul 2021, adiados no ano passado devido à pandemia de covid-19, contam com a presença de cerca de 4.500 atletas de 100 países, para competirem nas 20 modalidades do calendário surdolímpico.

Portugal, que estará representado em seis modalidades, somará a sua oitava participação nesta competição em que conquista a 14ª medalha.

O evento é organizado pelo Comité Internacional de Desporto para Surdos (ICSD), criado em 1924 e que em 1955 foi admitido pelo Comité Olímpico Internacional como federação internacional.

Para participar nos Jogos, os atletas devem ter perdido 55 decibéis no seu “ouvido melhor”, não sendo permitido o uso de quaisquer aparelhos ou implantes auditivos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.