O Sporting empatou hoje a final do campeonato português de futsal, ao vencer fora o Benfica, por 2-0, no desempate por grandes penalidades, após um empate a cinco golos no quarto jogo da final do campeonato.

Poucos dias depois de ter perdido com o Benfica por 9-6, no terceiro jogo da final do campeonato, o Sporting apresentou-se no Pavilhão da Luz pressionado a vencer de forma a evitar a entrega do título de campeão aos rivais.

Já o Benfica entrou melhor no jogo e adiantou-se no marcador logo aos 2' minutos por intermédio de Fernandinho, que se desmarcou pelo lado direito e com um remate cruzado bateu Cristiano.

O Sporting reagiu de imediato, e no minuto seguinte empatou por intermédio de Cardinal, que num remate de primeira, depois de rodar sobre si próprio, fez o 2-1. O golo do empate deu 'moral' aos 'leões' e a reviravolta chegou aos 11' minutos por Caio Japa, que marcou de cabeça à boca da baliza do Benfica depois de um centro de Pany Varela.

A vencer pela primeira vez no jogo, a formação leonina acabou por dilatar a sua vantagem aos 13' minutos na sequência de um livre batido para o lado esquerdo onde apareceu Cardinal para fazer o desvio para o 3-1.

Numa altura em que o Benfica tentava reagir aos três golos do Sporting, Dieguinho disparou para o 4-1 depois de apanhar uma bola 'perdida', mas antes do intervalo, o conjunto da Luz ainda conseguiu reduzir por intermédio de Deives depois de um remate à barra de Campos.

A segunda parte começou com o Benfica à procura de um golo para relançar a partida, mas André Sousa mostrou-se à altura da situação e negou por várias vezes as intenções dos jogadores encarnados.

Aos 28' minutos, Fernandinho reduziu a desvantagem para 4-3 na sequência de um contra-ataque, mas o Sporting voltou a ganhar vantagem de dois golos aos 31' minutos por Divanei, que marcou a passe de Dieguinho.

Com poucos minutos para dar a volta ao marcador, o Benfica apostou no guarda-redes avançado e pouco depois Fernandinho fez o 4-5.

A menos de um minuto para o final da partida, Joel Rocha pediu pausa técnica para apostar tudo no empate e Raúl Campos conseguiu levar o jogo para prolongamento com um remate por baixo das pernas do guardião leonino numa bela jogada desenhada pelos 'encarnados'.

No prolongamento nenhuma das equipas conseguiu desfazer o empate a 5-5 e a decisão do jogo seguiu para as grande penalidades.

Na primeira grande penalidade, Diogo converteu com sucesso para o Sporting e deixou os 'leões' em vantagem. Já na segunda grande penalidade do jogo, Fernandinho atirou à trave e deixou o Sporting na liderança do marcador.

Chamado à conversão da terceira grande penalidade, Varela fez o golo e aumentou a vantagem para o Sporting.

Obrigado a bater a grande penalidade decisiva, Bruno Coelho atirou para defesa de Gonçalo Portugal e o Sporting garantiu desta forma um importante triunfo na casa do 'rival'.  O quinto e último jogo da final disputa-se no sábado, no Pavilhão João Rocha, casa dos 'leões'.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.