A Federação Europeia de Andebol (EHF) rejeitou hoje o pedido da Alemanha, afetada por um surto de covid-19, para adiar o jogo de esta tarde com a bicampeã europeia Espanha, em Bratislava, da segunda fase da Euro2022.

O organismo europeu justificou a renúncia com o prejuízo que o adiamento iria causar para a seleção espanhola, que, dado o calendário apertado da segunda fase da prova, seria obrigada “a disputar três ou quatro jogos consecutivos”.

A EHF alegou que um eventual adiamento do encontro, relativo à primeira ronda do grupo II da ‘main round’ (fase principal), provocaria inevitáveis desequilíbrios “nos horários das emissões televisivas e na cobertura mediática em geral”.

A EHF apontou ainda que um adiamento iria provocar problemas com a “disponibilidade das instalações”, bem como dificuldades em explicar tal decisão às restantes equipas que, “apesar da situação difícil”, se classificaram para a segunda fase do torneio.

Por estas razões, a EHF rejeitou o pedido alemão e anunciou oficialmente a realização do jogo com a Espanha esta tarde, pelas 18:00 (17:00 em Lisboa), na Arena Ondrej Nepela, em Bratislava, como inicialmente previsto.

A Alemanha, que anunciou ter mais de uma dezena de elementos infetados, terminou só com vitórias na primeira posição do grupo D, enquanto a bicampeã europeia Espanha alcançou feito idêntico no E, daí que este encontro se revista de especial interesse para o resto da prova.

A seleção alemã anunciou na quarta-feira que mais quatro elementos testaram positivo na deteção ao coronavírus, o que elevou para 12 o número de casos no grupo de trabalho germânico, antes do confronto de hoje com a Espanha.

Segundo a federação germânica, Sebastian Heymann, Djibril M’Bengue – jogador que representa o FC Porto - e Christpoh Steinert são os mais recentes infetados, além de mais um elemento da equipa técnica.

A seleção da Alemanha é composta por 23 jogadores e atualmente só tem 13 disponíveis para a competição que se disputa na Hungria e Eslováquia, até 30 de janeiro, e da qual Portugal já foi eliminado.

A Alemanha foi campeã da Europa em 2004 e 2016, tendo sido ‘vice’ em 2002 e terceira em 1998. No Euro2020, venceu Portugal, por 29-27, no jogo de atribuição do quinto e sexto lugares.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.