Portugal despediu-se da fase de grupos da Liga das Nações com uma vitória por 3-2 frente a Croácia. Kovacic bisou para os croatas, tal como fez Rúben Dias para Portugal. João Félix fez o outro tento luso.  A Croácia consegue manter-se no Grupo A, a Suécia, que perdeu com a França, desce de divisão.

A derrota com a França, que atirou Portugal para fora da 'final four', pedia mudanças na equipa e Fernando Santos fez cinco. Na defesa só restou Rúben Dias, no meio, Moutinho foi titular, depois de ter entrado bem frente aos gauleses. Na frente, Bernardo Silva deu o seu lugar a Diogo Jota, neste que foi o primeiro jogo de Portugal em solo croata.

Desde os primeiros minutos ficou patente que o relvado do Stadion Poljud em Split seria um problema para as duas equipas. A irregularidade do piso ia dificultando a circulação de bola, as receções e os passes, com alguns jogadores a escorregarem.

No primeiro lance de verdadeiro perigo, a Croácia marcou. Após perda de bola na saída de Portugal, Rúben Semedo fez mal um corte na área, a bola sobrou para Kovacic que atirou de pronto. Rui Patrício ainda defendeu o primeiro remate mas a bola sobrou para o médio que atirou para o fundo das redes. A Croácia, a lutar pela permanência no Grupo A da Liga das Nações, estava assim na frente.

Portugal conseguia ter bola, recuperava-a ainda no meio-campo contrário após a perda, graças a uma forte pressão no lado da bola mas faltava criar perigo. Ronaldo andou sempre fora das zonas de finalização, os médios também raramente apareceram na área. O perigo vinha das bolas paradas para a área. Aos 39 minutos, Danilo esteve perto do golo mas o seu remate foi travado por Livakovic.

Um minuto antes, os croatas tinham estado perto do 2-0 mas o cabeceamento de Juranovic saiu ao lado. Mais um lance de desatenção da defensiva lusa. O defesa saltou sozinho e só por falta de pontaria não marcou.

Ao intervalo, Fernando Santos trocou o apagado Bruno Fernandes por Trincão, dando mais poder ofensivo à Portugal.

Os primeiros minutos do segundo tempo foram terríveis para a Croácia. Rúben Dias teve o empate na cabeça mas atirou ao lado, aos 48 minutos. Aos 51, Rog viu o segundo amarelo e consequente vermelho e deixou a Croácia com menos um. Na sequência do lance, Portugal empatou: livre forte de Cristiano Ronaldo que Livakovic socou para a frente, Rúben Semedo deu para a pequena área onde apareceu Rúben Dias a finalizar. Um golo feito pelos centrais.

Oito minutos depois, a reviravolta para Portugal. Rúben Dias lançou Diogo Jota na área, a bola bateu na mão do português mas o árbitro Mike Oliver mandou seguir. O avançado meteu na área para um toque de João Félix para o 2-1. Apesar dos protestos croatas, o juiz do encontro validou o golo. Com VAR, o golo seria anulado.

Mas a vantagem de Portugal durou apenas cinco minutos. Num lance de ataque rápido, a defensiva lusa foi permissiva e ficou a ver jogar. Vlasic recebeu na área, rodou e assistiu Kovacic para um remate de fora da área para o 2-2. Bis do médio.

Fernando Santos tentou refrescar a equipa, com as entradas de Bernardo Silva e João Cancelo, nos postos de João Félix e Mário Rui, aos 71. E aos 77 lançou Paulinho e Sérgio Oliveira nos lugares de Danilo e Diogo Jota.

Com menos um e já sabendo do resultado do França-Suécia, a Croácia limitou-se a defender o empate nos derradeiros minutos, face à forte pressão de Portugal. Bernardo Silva teve o 3-2 nos pés mas falhou de forma escandalosa. E quando se previa o empate, chegou o 3-2, oferta do guarda-redes Livakovic. O guardião saiu a uma centro largo, chocou com um colega e largou a bola. Rúben Dias reagiu rápido e bisou no encontro, aos 90 minutos.

A seleção de Portugal continua invencível frente a Croácia e ganha fora pela primeira vez. São seis vitórias e um empate em sete encontros.

Portugal fechou o agrupamento no segundo lugar, com 13 pontos, contra 16 da França, que já estava qualificada para as meias-finais, três da Croácia e três da Suécia, relegada para a Liga B ao perder em Saint-Denis por 4-2.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.