O relvado do Estádio Santos Pinto, casa do Sporting da Covilhã, da II Liga de futebol, está a ser alvo de uma "intervenção profunda", informou hoje o vereador do Desporto na Câmara Municipal da Covilhã, José Miguel Oliveira.

Os trabalhos tiveram início esta semana e ficam concluídos a tempo da preparação para a próxima temporada.

Há dois dias que no relvado, com cerca de 35 anos, decorrem "operações de descompactação e arejamento com extração, em associação com escarificações e espalhamentos de areia", sublinhou o autarca.

A intervenção no relvado do emblema serrano visa preparar o campo para um novo período de utilização intensiva e o melhoramento da regularidade da superfície, bem como da drenagem, que assegura uma superfície de jogo mais firme, explicou José Miguel Oliveira.

O "tapete" do Estádio Santos Pinto existe desde 1985, depois de os ‘leões da serra’ terem regressado ao principal escalão do futebol nacional, em 1984/85, após 23 anos de ausência, quando ainda jogavam num campo pelado.

Nas últimas semanas o relvado começou a ficar em más condições, agravadas pelo calor.

A formação orientada por Daúto Faquirá, que iniciou na segunda-feira a pré-época, tem no Complexo Desportivo da Covilhã um espaço de treino alternativo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.