As contas são simples: com o triunfo sobre o Tondela (3-1) e o empate do Benfica (1-1) em Famalicão, o FC Porto precisa de somar apenas um ponto nas restantes três jornadas da I Liga para se sagrar campeão. No entanto, nem tudo foi fácil para a equipa de Sérgio Conceição, que depois de ter estado a perder por 2-0, viu o perigo do empate, mas acabou por fazer o golo da tranquilidade nos instantes finais de um jogo que terminou com Marega amuado.

Já o Tondela desperdiçou uma excelente oportunidade de se afastar do Portimonense, que saiu derrotado da visita ao Rio Ave. Os beirões continuam então com os mesmos 30 pontos, apenas três de vantagem para a linha de água.

Em equipa que ganha não se mexe, terá pensado Sérgio Conceição, que não alterou uma única peça em relação ao onze que goleou o Belenenses SAD na última jornada. Já Natxo González mudou dois jogadores face ao onze que perdeu contra o Famalicão: Ricardo Alves rendeu Filipe Ferreira na lateral esquerda e Jaquité entrou para o lugar de Ronan.

A equipa portista entrou em campo com vontade de desbloquear a partida cedo e aos 12' dispôs da melhor oportunidade da primeira parte para o fazer, com Marega a surgir completamente solto na área e a cabecear para uma defesa exímia de Babacar Niasse, habitual substituto de Cláudio Ramos.

Seria de esperar que os 'dragões' carregassem a partir daí, mas não foi o que aconteceu. O FC Porto ia subindo terreno mas sem grandes ideias - a isto ajudou uma ligeira quebra de Corona - ao passo que o Tondela estava sempre à espreita de um erro do adversário para partir rápido para o contra-ataque. Aos 28' Jonathan Toro ganhou espaço ainda longe da área e rematou forte, mas por cima da baliza de Marchesín.

Aos 35' Sérgio Oliveira saiu lesionado e deu lugar a Danilo Pereira. Uma contrariedade que se revelou bastante útil para Sérgio Conceição, uma vez que seria o médio a desatar o nulo em Tondela no arranque da segunda parte (47'), quando apareceu ao primeiro poste, na sequência de um canto, e aproveitou uma má saída de Babacar para inaugurar o marcador.

Depois do golo, o FC Porto ganhou ainda mais força e aos 64' Corona, com um grande passe, isolou Marega que rematou cruzado para o 2-0. A vantagem parecia estar controlada, pelo que Sérgio Conceição, que tinha perdido Corona para o clássico da próxima jornada com o Sporting, tirou Alex Telles, que também estava amarelado, e Tiquinho Soares, lançando Luis Díaz e Fábio Vieira.

Só que o Tondela continuava à espreita e foi assim que Jonathan Toro roubou a bola, fugiu à marcação e acabou derrubado na área por Uribe (também está fora do clássico). Fábio Veríssimo não hesitou em assinalar grande penalidade e Ronan reduziu para o conjunto beirão.

Cena feia em campo! Marega amua depois de Conceição não o deixar marcar penalti
Cena feia em campo! Marega amua depois de Conceição não o deixar marcar penalti
Ver artigo

E um jogo que a dada altura pareceu fácil para o FC Porto rapidamente se tornou num jogo de nervos, com muitos erros e várias faltas cometidas. Strkalj ficou perto do empate aos 87', mas falhou na cara de Marchesín. Até que Fábio Veríssimo assinalou mais um penálti, desta feita favorável aos 'azuis e brancos', após entrada de Philipe Sampaio sobre Marega. Fábio Vieira foi chamado para fazer o 3-1 (90+5') perante o descontentamento de Marega, que chutou a bola para longe, recusou-se a festejar com os companheiros e alheou-se da partida até ao apito final.

Birras à parte, ainda não foi desta que o FC Porto celebrou o 29.º campeonato da sua história, mas falta pouco. Neste caso, um ponto.

O momento

Fábio Vieira sentencia a partida: O jogo caminhava para o fim, com o FC Porto 'encostado às cordas', quando Marega foi derrubado na área. Uma grande penalidade, convertida em golo por Fábio Vieira, que veio em boa hora para a equipa 'azul e branca', uma vez que lhe permitiu segurar os três pontos. De lamentar, contudo, o amuo de Marega.

A figura

Corona: Excelente exibição do mexicano, a fazer-se valer da velocidade e da capacidade para criar desequilíbrios. A 'pièce de résistance' chegou com a assistência para o 2-0 de Marega, já depois de ter visto o amarelo que o tira do jogo contra o Sporting.

Reações

Sérgio Conceição: "Não foi um jogo espetacular, mas foi bem conseguido"

Natxo González: "Fizemos mais do que incomodar o FC Porto"

Marega pede desculpas após ato de indisciplina, Conceição desvaloriza e garante que está tudo resolvido

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.