Rúben Amorim acredita que o Sporting irá vencer todos os jogos que restam na I Liga nesta época 2021/22. No entanto, o técnico dos Leões não tem certezas se o FC Porto irá escorregar tanto a ponto de permitir aos Leões revalidarem o título.

Esta segunda-feira, Vítor Bruno, treinador-adjunto do FC Porto, respondeu ao técnico do Sporting com elogios e... avisos para dentro.

"O Rúben [Amorim] tem uma forma hábil de comunicar. É muito inteligente, é sagaz, perspicaz na análise que faz, preocupa-se com a equipa dele e bem, nós com a nossa. Estamos muito concentrada no nosso trabalho. É importante perceber até ao final, cada vitória vai custar muito, o ponto vai ficar cada vez mais caro. É importante manter as duas mãos bem agarradas ao volante, porque vai ser preciso manter uma alta rotação até ao final. O sucesso passa muito pelo conceito de equipa, espelha-se no campo através comportamentos e posicionamentos que temos. Esse conceito de equipa para nós é a principal password para o sucesso. Os jogadores têm uma aceitação brutal do que é a mensagem que lhes é pedida. A partir daí é acreditar muito do que fazemos, convictos do que temos de fazer em campo, para no final podermos estar felizes a festejar", disse o treinador que substituiu o castigado Sérgio Conceição no banco dos Dragões.

No domingo, após a vitória por 2-0 diante do Paços de Ferreira, Rúben Amorim respondeu assim, quando questionado se acreditava ser possível vencer os jogos que restam na I Liga

"Convicção sobre o FC Porto? Nenhuma, não é a minha equipa. Isso nós não controlamos, não estou dentro do processo. Em relação aos adversários tenho zero convicções. Quanto a nós, exijo sempre mais. Até o público exigiu mais, acho que é um excelente sinal. Houve momentos em que não construímos bem, em que libertámos mal a bola, mas é um bom sinal que as pessoas queiram mais. É um sinal do crescimento da equipa, do clube. Temos de ser melhores para a semana e essa é a ideia", atirou.

O líder FC Porto venceu esta segunda-feira na receção ao Santa Clara por 3-0, no encerramento da 28.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, e repôs a vantagem de seis pontos em relação ao Sporting. No Estádio do Dragão, o médio Fábio Vieira, aos 38 e 41 minutos, marcou os dois primeiros golos do FC Porto, com o defesa nigeriano Zaidu a marcar à antiga equipa e a ampliar a vantagem, aos 84.

Os ‘dragões’, que igualaram o recorde do Benfica de 56 jogos seguidos sem derrotas no campeonato, lideram a I Liga com 76 pontos, mais seis do que o Sporting e 15 do que o Benfica, enquanto o Santa Clara, que vinha de cinco jogos sem derrotas, é 10.º, com 31.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.