Depois da conquista da Taça Libertadores e do Brasileirão, Jorge Jesus procura levar para o Rio de Janeiro o troféu do Mundial de Clubes e acrescentar mais um conquista ao seu currículo.

O 'mengão' começa esta terça-feira a sua participação na prova, à qual ganhou acesso direto às meias-finais graças à vitória da Taça Libertadores no passado mês de novembro, depois de bater o River Plate, no Perú, por 2-1, com dois golos de Gabriel Barbosa.

Para Jorge Jesus esta meia-final será um reencontro entre velhos amigos, uma vez que o adversário do Flamengo é o Al Hilal, a última equipa que o técnico treinou antes de seguir para o Brasil.

Os sauditas venceram a Liga dos Campeões Asiáticos depois de bater na final a duas mãos a equipa japonesa do Urawa Reds por 3-0 (1-0 na 1.ª mão e 2-0 na 2.ª).

A equipa, que agora é treinada por Razvan Lucescu, encontrou direta para a segunda ronda da prova, onde defrontou o Espérance Sportive de Tunis, o campeão africano, acabando por sair vencedor por 1-0 e garantindo a passagem às meias-finais para onde o Flamengo entrou direto, tal como o Liverpool.

Jesus conhece bem o Al Hilal e já deixou o aviso que não será um jogo fácil contra uma "grande equipa" que conhece bem, sendo que só um dos jogadores presentes no Al Hilal (o central) não é da altura em que o português esteve ao comando dos sauditas.

Apesar de ainda ser necessário ultrapassar os árabes (e que o Liverpool ultrapasse o Monterrey na outra meia-final), a expectativa é elevada por uma final Flamengo - Liverpool, com Jorge Jesus a ter de colocar calma nas hostes na conferência de antevisão à partida desta terça-feira.

"No Brasil, falou-se muito no Liverpool e esqueceram-se que ainda temos de jogar um jogo antes, com o Al-Hilal. É uma equipa saudita, que não é muito conhecida mundialmente, e, por isso, há sempre tendência para se desvalorizar. (...) Não me interessa falar do Liverpool, porque eu vou jogar é com o Al Hilal", disse.

A reedição da final de 1981 é a razão pela qual tanto se anseia pelo encontro entre 'Reds' e o 'Mengão'.

A 13 de dezembro desse ano, Flamengo e Liverpool defrontaram-se no Estádio Nacional de Tóquio, no Japão, com a equipa brasileira a levar a melhor sobre os ingleses ao vencer por 3-0, com os golos a serem todos apontados durante a primeira parte e com o Flamengo a levantar a Taça Intercontinental, entretanto extinta para dar lugar ao Mundial de Clubes.

Jorge Jesus e a equipa do 'Mengão' querem tornar 2019 num ano ainda mais histórico: depois das festas seguidas das vitórias na Libertadores e no Campeonato Brasileiro, os adeptos 'rubro-negros' querem ter mais motivos para festejar já no próximo fim de semana. Mas primeiro o Al Hilal e depois... bem, logo se vê.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.