Frank Williams, fundador da Williams Racing, morreu este domingo, aos 79 anos, anunciou a equipa britânica de Fórmula 1. Francis Owen Garbatt Williams, mais conhecido por Frank Williams, “foi uma lenda e um ícone do nosso desporto”, escreveu a equipa, em comunicado.

“A sua morte marca o final de uma era para a nossa equipa e para a Fórmula 1. Foi um verdadeiro pioneiro. Levou a nossa equipa a conquistar 16 Campeonatos do Mundo transformando-nos numa das equipas de maior sucesso na história deste desporto”, lê-se ainda.

Depois de uma breve carreira como piloto, Frank Williams fundou, a par de Patrick Head, e liderou a Williams desde o seu início em 1975 até 2020, ano em que alienou ao fundo de investimento norte-americano Dorilton Capital, apesar de, desde 2012, ter reduzido bastante o seu envolvimento na marca, confiando os destinos da equipa na sua filha Claire Williams.

A Williams conquistou o primeiro título mundial em 1980, com o piloto Allan Jones. Ao todo conquistou sete títulos de pilotos e nove de construtores, tendo feito parte da equipa pilotos como Alain Prost, Ayrton Senna, Nigel Mansell, Keke Rosberg (Nico e seu filho) Damon Hill, Jacques Villeneuve, Jacques Laffite e Clay Regazzoni.

Frank Williams foi armado cavaleiro pela rainha Isabel II (Sir) em 1986, ano em que sofreu um acidente de viação que o deixou preso a uma cadeira de rodas.

Um acidente que não o impediu de ter comandado os destinos da equipa até 2013, ano em que a filha, Claire, assumiu a vice-presidência da escuderia.

Em 2020, a Williams Racing acabaria vendida ao fundo Dorilton Capital.

O presidente da F1, o italiano Stefano Domenicali, frisou que Frank Williams “foi um verdadeiro gigante” do desporto, que “superou os desafios mais difíceis da sua vida e lutou todos os dias para ganhar dentro e fora de pista”.

“Perdemos um membro muito querido e respeitado da família F1 e sentiremos muito a sua falta”, disse ainda o italiano.

A Williams Racing venceu sete títulos de pilotos (1980, 1982, 1987, 1992, 1993, 1996 e 1997) e nove de construtores (1980, 1981, 1986, 1987, 1992, 1993, 1994, 1996 e 1997).

Soma 761 Grandes Prémios com 114 vitórias conquistadas.

*Artigo atualizado

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.