Roger Federer só vai fazer uma aparição em torneios de terra batida na presente temporada e será, naturalmente, em Roland Garros. Quem o avançou foi o agente do tenista suíço.

Em 2017 e 2018 Federer não marcou presença em toda a temporada de terra batida e no ano passado apenas disputou dois torneios nessa superfície antes de disputar o Grand Slam parisiense.

Este ano chegou a falar-se da possilidade de Federer jogar nos Masters de Madrid e Rome, mas o seu agente, Tony Godsick, veio agora confirmar que tal não irá acontecer.

"No seu calendário apenas está previsto jogar Roland Garros," afirmou Godsick, citado pela Reuters.

O tenista helvético, de 38 anos, tem vindo, nas últimas temporadas, a reduzir o número de torneios que disputa, de forma a conseguir prolongar o mais possível a sua carreira ao mais alto nível.

Ao contrário dos principais rivais, Federer, que conquistou o último dos seus 20 títulos do Grand Slam em 2018, na Austrália, não maarcou presença na ATP Cup que abriu a temporada tenística de 2020, de forma a passar algum tempo com a família antes de arrancar para esta que é a sua 22ª temporada no ATP Tour.

No Open da Austrália, onde chegou sem qualquer encontro oficial disputado em 2020, conseguiu ainda assim atingir as meias-finais, onde acabou derrotado por Novak Djokovic, que viria a erguer o troféu.

Federer, que triunfou em Roland Garros apenas uma vez, em 2009, irá chegar a Paris depois de várias semanas de descanso. O torneio arranca a 24 de maio e o último torneio que o suíço tem previsto no seu calendário antes desse é o Masters de Miami, que se disputa na última semana de Abril/primeira semana de maio.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.