O sérvio Novak Djokovic, líder do ‘ranking’ mundial de ténis, vai defrontar o búlgaro Grigor Dimitrov nas meias-finais do Masters 1.000 de Paris, enquanto o espanhol Rafael Nadal vai enfrentar o canadiano Denis Shapovalov.

Nadal, segundo do mundo, mas que já a subida ao primeiro lugar da hierarquia no final do ano, qualificou-se para as ‘meias’ ao vencer o Jo-Wilfried Tsonga, 35.º do circuito, em 7-6 (7-4) e 6-1, em uma hora e 36 minutos.

O maiorquino vai defrontar Shapovalov, 28.º do mundo, que se impôs ao francês Gaël Monfils, 13.º da hierarquia, por duplo 6-2, em 59 minutos.

A derrota de Monfils determinou a qualificação do Matteo Berrettini para o Masters, que vai ser disputado em Londres, entre 10 e 17 de novembro.

O nono do ‘ranking’ mundial juntou-se nos apurados a Nadal, Djokovic, Federer, ao russo Daniil Medvedev, ao austríaco Dominic Thiem, ao grego Stefanos Tsitsipas e ao alemão Alexander Zverev, tornando-se no primeiro italiano a disputar o torneio que reúne os oito melhores da época desde Corrado Barazzutti, em 1978.

Djokovic, vencedor na capital francesa em 2009, 2013, 2014 e 2015, chegou às ‘meias’ parisienses ao derrotar Tsitsipas, sétimo do ‘ranking’, por 6-1 e 6-2, em 59 minutos, e vai disputar um lugar na final diante de Dimitrov, 27.º da hierarquia, ‘carrasco’ do chileno Christian Garin, 42.º do mundo, por 6-2 e 7-5, em uma hora e 31 minutos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.