O tenista australiano Nick Kyrgios revelou hoje ter tido um teste com resultado positivo ao coronavírus responsável pela pandemia da covid-19, que o obriga a falhar o torneio de Sydney, antecâmara do Open da Austrália.

“Olá a todos, quero ser claro e transparente. A razão pela qual renuncio ao torneio de Sydney é porque testei positivo”, disse Kyrgios, na conta na rede social Instagram, acrescentando estar bem e que espera estar no Open da Austrália.

O comunicado de Kyrgios acontece num momento de grande polémica no país, no mesmo dia em que um tribunal australiano ordenou a libertação do tenista sérvio Novak Djokovic, retido desde quinta-feira num centro de detenção em Melbourne, após o seu visto ter sido revogado por não estar vacinado contra a covid-19, apesar de ter uma isenção médica.

A covid-19 provocou 5.478.486 mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.