A Federação Internacional de Ténis de Mesa (ITTF) criou hoje um grupo de trabalho específico para acompanhar e apoiar os atletas ucranianos e as respetivas participações em provas internacionais, devido à ofensiva militar russa na Ucrânia.

Em comunicado, os responsáveis da ITTF formalizaram a “‘task force’ para monitorizar a situação e coordenar esforços que permitam aos jogadores ucranianos continuar a participar em eventos internacionais o mais rapidamente possível”.

A reunião do Comité Executivo da ITTF teve lugar em Singapura, entre terça-feira e hoje.

A Rússia lançou a 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia que já causou pelo menos 691 mortos e mais de 1.140 feridos, incluindo algumas dezenas de crianças, e provocou a fuga de cerca de 4,8 milhões de pessoas, entre as quais três milhões para os países vizinhos, segundo os mais recentes dados da ONU.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas a Moscovo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.