Os 'rankings' mundiais de ténis de mesa vão ser suspensos após a última atualização no final da semana e até ao regresso da competição, anunciou hoje a Federação Internacional (ITTF, na sigla inglesa) daquela modalidade.

Em comunicado, a ITTF dá conta das conclusões da reunião do Comité Executivo, após ter recebido um relatório de um grupo de trabalho criado para analisar o impacto da pandemia de covid-19 no desporto.

Apesar de não sair do encontro qualquer decisão sobre uma extensão do período de inatividade, para já até 30 de junho, foi decidido 'congelar' os 'rankings' após a atualização de abril, no final da semana.

Outra das notas deixadas pelo Comité Executivo prende-se com o que ainda falta decidir no que toca ao apuramento olímpico para Tóquio2020, adiado para 2021, o que também deve acontecer aos "eventos de qualificação ainda pendentes".

Por outro lado, este organismo, que volta a reunir no dia 01 de maio, tem trabalhado "de perto com a Associação de Ténis de Mesa da Coreia do Sul e com o Comité Organizador de Busan, para garantir que o Mundial de equipas possa realizar-se, mesmo que tenha de ser novamente adiado", não tendo para já uma data fixa.

A competição, que vai decorrer em Busan, na Coreia do Sul, inicialmente ia acontecer entre 22 a 29 de março, mas foi alterada para final de junho (entre 21 e 28), já devido ao novo coronavírus, datas essas que ficaram sem efeito no final de março.

A nível global, a pandemia de covid-19 já provocou quase 127 mil mortos e infetou mais de dois milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 428 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 599 pessoas das 18.091 registadas como infetadas.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.