O isolamento não se tem revelado fácil para uma boa parte dos desportistas e Michael Phelps não é exceção. A ESPN revelou um texto escrito pelo antigo nadador, na qual este dá conta das dificuldades do confinamento.

"Querem saber a minha verdade? Como é que eu estou? Como é que eu tenho lidado com a quarentena e com a pandemia global? Vou colocar as coisas desta maneira: ainda estou a respirar", começa por dizer Phelps.

O antigo nadador admitiu mesmo que o facto de não conseguir sair de casa está a deixá-lo "louco". "A pandemia tem sido um desafio para mim, como eu nunca esperei. Toda a incerteza. Estar fechado em casa. E as perguntas. Tantas. Quando é que isto vai acabar? Como é que vai ser a vida depois disto acabar? Estarei a fazer tudo para estar seguro? A minha família está em segurança? Isto está a deixar-me louco. Estou habituado a viajar, a competir, a encontrar pessoas. Isto é uma loucura", acrescentou.

"Vou ser honesto, mais do que uma vez já gritei, 'Não quero ser eu'. Por vezes tenho esta sensação esmagadora de que não aguento mais. Já não quero mais ser eu. Nunca me senti tão esmagado na minha vida. Há alturas em que quero ser um tipo qualquer chamado Johnny Johnson", revelou Michael Phelps.

Para contrariar as dificuldades, Phelps explicou que tenta manter a rotina. "Tenho de ir ao ginásio todos os dias, pelo menos, durante 90 minutos. É a primeira coisa que faço. Acordo entre as 5h15 e as 7h, sem alarme. E há dias em que não me apetece ir. Mas forço-me a ir. É pela minha saúde mental, tal como é pela minha saúde física. E se um dia falho, é um desastre. Entro numa espiral negativa na minha cabeça. Quando isso acontece, sou a única pessoa que quer acabar com isto. Geralmente não acaba depressa. Deixo a coisa andar, como que para me castigar. É o que acontece quando cometo um erro ou chateio alguém, acho sempre que a culpa é minha e descarrego em mim próprio. Quando isto acontece dia após dia, as coisas ficam assustadoras. E é assim que tem sido esta quarentena grande parte do tempo", rematou Michael Phelps.

De notar que o antigo atleta já falou várias vezes sobre as suas batalhas contra a ansiedade e a depressão no passado.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.