Abertos oficialmente no sábado, os Jogos viram na segunda-feira as primeiras duas medalhas em Oran2022 para Portugal, com João Monteiro, João Geraldo e Diogo Chen a perderem na final com a Eslovénia, com algum azar à mistura, por 3-2, ficando com a prata.

Poucos minutos depois de a equipa feminina vencer o bronze, a primeira medalha portuguesa em Oran2022, a equipa masculina melhorou a prestação neste evento em Jogos do Mediterrâneo, depois do bronze em Tarragona2018, numa equipa que já incluía Diogo Chen.

Jieni Shao, Inês Matos e Matilde Pinto bateram a Sérvia por 3-1 no jogo de atribuição da medalha de bronze e conseguiram o primeiro pódio até aqui na Argélia.

No karaté, Nuno Moreira ficou perto do bronze em kumite +84 kg, ao perder com o marroquino Mehdi Sriti, por 8-0, após ter começado por vencer o cipriota Mathaios Stylianou, por 6-5, numa recuperação nos últimos segundos, quando perdia por 3-5.

Um combate equilibrado com o argelino Hocine Daikhi, perante bancadas repletas de entusiastas pelo ‘seu’ campeão, acabou por pender para o tricampeão africano, por 4-1, mas a sua qualificação posterior para a final ainda apurou o luso para o combate pelo bronze, perdido para Sriti.

“Tive alguma dificuldade em pontuar, um combate muito difícil, muito tático. (...) Considero o meu desempenho positivo e aguardo para que em breve possa estar novamente em grandes palcos”, atirou o lutador, após o combate que encerrou a participação lusa na modalidade.

Na luta greco-romana, Pedro Caldas perdeu com o egípcio Omar Abdelrahman por 3-1, no combate pelo bronze, fechando num quinto lugar que é melhor do que o nono posto conseguido em Tarragona2018.

Na ginástica artística, Portugal terminou em oitavo na final por equipas, com Filipe Almeida, Guilherme Campos, José Nogueira e Marcelo Marques em ação e a perspetiva de dois avançarem para a final do ‘all around’, ainda sem dados finalizados.

Portugal, representado por Hugo Dores e Vítor Peres, perdeu na petanca com Marrocos no grupo A da segunda ronda, por 11-7, mas depois venceu confortavelmente, por 13-3, a Andorra, no primeiro jogo da repescagem.

A competição na vela já começou, com as duas primeiras regatas das classes, e Eduardo Marques é oitavo em ILCA 7 ao final de duas regatas, quatro postos à frente de Santiago Sampaio.

Em ILCA 6, Luísa Peres é 12.ª e Leonor Dutra é 14.ª, e no Foil, a nova classe olímpica para Paris2024 que contou com quatro rondas já hoje, João Tiago Abreu é nono, a 12 pontos do pódio.

Outra modalidade que conta com participação lusa e arrancou hoje foi o ténis, no qual Portugal averbou sobretudo derrotas, à exceção de Mariana Campino, que bateu a tunisina Feryel Bem Hassen por 6-2, 6-7 (6-8) e 6-1.

Ficaram pelo caminho Miguel M. Gomes e Fábio Coelho, em masculinos, e também Maria Inês Fonte, em femininos, com os jogos de pares a saldarem-se por duas derrotas, uma por género.

Hoje, Portugal estará nos torneios de ténis de mesa em singulares, em busca de repetir o sucesso de segunda-feira, mas também no badminton, na final do ‘all around’ da ginástica feminina e masculina, nos ‘quartos’ da petanca, nos ‘oitavos’ do ténis e no fecho da fase de grupos do polo aquático.

Prosseguem as regatas de vela, e no futebol Portugal defronta a Turquia na segunda jornada do grupo B, pelas 20:00 de Oran (o mesmo em Lisboa), após o desaire com a Itália (1-0), neste torneio sub-18 masculino.

Os Jogos do Mediterrâneo Oran2022 arrancaram no sábado e decorrem até 06 de julho, com mais de três mil atletas de 26 países diferentes, incluindo 159 portugueses em 20 disciplinas.

Entre o contingente luso estão vários atletas olímpicos, como Evelise Veiga, Cátia Azevedo, Vera Barbosa, Tsanko Arnaudov, Tiago Pereira, Lorene Bazolo e Liliana Cá, a ginasta Filipa Martins, os atiradores Joana Castelão, Sara Antunes, João Costa e João Paulo Azevedo, os nadadores Ana Catarina Monteiro, Francisco Santos, Ana Rodrigues, Gabriel Lopes, Alexis Santos e Tamila Holub ou também os mesatenistas Jieni Shao e João Monteiro.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.