O canoísta olímpico João Ribeiro conquistou hoje os títulos nacionais de velocidade em K1 200 e 500 metros, distância na qual venceu Fernando Pimenta, que revalidou o título nos 1.000 metros.

João Ribeiro manteve o cetro nos 500 metros, após bater Fernando Pimenta e Messias Baptista, colegas no Benfica, enquanto nos 200 se superiorizou a Hugo Rocha, do Clube Náutico de Marecos, e Kevin Santos, do Sporting.

Fernando Pimenta continua imbatível nos 1.000 metros, desta vez tendo como colegas de pódio Fábio Cameira, do Alhandra Sporting Club, e Emanuel Silva, do Sporting, colega do K2 1.000 que há oito anos conquistou para Portugal a prata em Londres2012.

No setor feminino, Francisca Laia, do Sporting, revalidou o título de K1 200 metros, ao ser mais forte do que as benfiquistas Joana Vasconcelos e Teresa Portela.

Joana Vasconcelos impôs-se nos 500 metros, à frente de Teresa Portela e Sara Sotero, do Clube do Mar Costa do Sol.

Destaque ainda para os triunfos de Marco Apura, do Clube Náutico de Crestuma, em C1 500 e 1.000 metros, enquanto Inês Penetra, do Gemeses, é a nova campeã nacional de C1 200 e 500.

Devido à pandemia da covid-19, o plano de contingência da canoagem contempla apenas provas de K1 e C1, pelo que em 2020 não haverá campeões de K2, K4, C2 e C4.

O Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho recebeu hoje cerca de 400 canoístas, divididos em grupos de distância, por forma a ter o menor número de atletas possível em simultâneo no complexo.

Para Tóquio2020 estão já apurados Fernando Pimenta, João Ribeiro, Emanuel Silva, Messias Baptista, David Varela e Teresa Portela nas regatas em linha e ainda Antoine Launay no slalom. Norberto Mourão fará a estreia da paracanoagem lusa.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.