O Ministério da Educação, com a tutela do desporto, manifestou hoje ter “enorme orgulho” na seleção portuguesa de hóquei em patins que se sagrou campeã do mundo, numa publicação na rede social Twitter.

O ministério liderado por Tiago Brandão Rodrigues destacou a “emocionante final com a Argentina”, que Portugal venceu por 2-1 no desempate por grandes penalidades, após 0-0 no tempo regulamentar e prolongamento.

“Que grande foi a nossa seleção!”, pode ler-se na publicação, que felicita e destaca o feito luso, 16 anos depois do último título.

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, também usou o Twitter para enviar os parabéns para a equipa lusa que venceu o título em Barcelona, manifestando “orgulho absoluto” na formação.

Portugal sagrou-se hoje campeão mundial de hóquei em patins, em Barcelona, 16 anos depois da última conquista, ao vencer a Argentina, por 2-1, no desempate por grandes penalidades, após um nulo no final do encontro.

No desempate por grandes penalidades, Gonçalo Alves e Hélder Nunes marcaram para Portugal, enquanto pela Argentina apenas conseguiu marcar Nicolia.

A formação das 'quinas' conquistou o 16.º título mundial, menos um do que a recordista Espanha, reconquistando um título que lhe fugia desde 2003, em Oliveira de Azeméis.

Fora de Portugal, a 'equipa das quinas' não vencia um título desde 1993, sendo que, em Espanha, apenas se tinha sagrado campeão mundial uma vez, em 1960.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.