O presidente do Sporting, Frederico Varandas, considerou hoje que os jogadores de futsal reservaram um lugar de destaque na história do clube depois da conquista da Liga dos Campeões da modalidade, em Almaty.

“Este é um dia de emoção e um dia de história. Era um título que perseguíamos há mais de uma década e, no primeiro ano em que a UEFA lhe dá a dignidade máxima, o troféu é do Sporting. Tenho um grande orgulho em todo o grupo e estrutura. Não éramos os favoritos, mas os heróis nunca partem favoritos e estes jogadores tornaram-se imortais na história do Sporting”, disse Frederico Varandas, emocionado, em declarações ao canal de televisão do clube.

O Sporting venceu hoje o Kairat Almaty, por 2-1, na final da Liga dos Campeões de futsal e conquistou o troféu europeu que perseguia e que lhe ‘escapou’ nas três finais que tinha disputado.

No Cazaquistão, os ‘leões’ puseram fim à ‘maldição europeia’ que os assolava, depois de terem perdido as três finais que tinham no seu historial nesta prova (2011, 2017 e 2018), e conseguiram-no a jogar em casa do Karait, anfitrião da ‘final four’ deste ano, com golos de Cavinato e Merlim.

Com este triunfo europeu, o primeiro do Sporting, os ‘leões’ tornam-se a segunda equipa portuguesa a tornar-se campeão europeu de futsal, depois de o Benfica o ter conseguido em 2010, sucedendo aos espanhóis do Inter Movistar, que venceu as duas últimas edições da prova, precisamente frente à equipa orientada por Nuno Dias.

O Sporting contabiliza 34 títulos europeus, agora em sete modalidades, depois de o futsal se juntar a futebol, atletismo, hóquei em patins, andebol e judo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.