O ciclista holandês Tom Dumoulin (Jumbo-Visma), vencedor da Volta a Itália em 2017, anunciou hoje que vai fazer uma pausa na carreira para “pensar” no seu futuro, referindo que tem apoio da equipa para este período de reflexão.

Tom Dumoulin, de 30 anos, explicou que precisa de tempo para pensar, referindo que a pressão pública e dos meios de comunicação social são “mais difíceis de gerir” do que esperava.

“Quem sabe aonde isso vai me levar? De qualquer forma vou conversar muito com as pessoas, pensar, passear com meu cão e descobrir o que eu quero como pessoa, na bicicleta, e o que quero fazer da minha vida”, referiu o ciclista, que ficou em segundo na Volta à França em 2018.

A decisão do ciclista holandês foi uma surpresa, uma vez que estava a trabalhar com a sua equipa tendo em vista a nova temporada e já tinha mesmo sido divulgado o seu calendário provisório de competições.

“A equipa apoia-me totalmente e dá-me o tempo necessário para a minha reflexão”, explicou o ciclista campeão mundial de contrarrelógio em 2017, que em 2020 terminou o Tour no sétimo lugar, depois de ter estado a trabalhar para o seu colega de equipa Primoz Roglic, que acabou no segundo lugar.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.