A Israel Cycling Academy comprou a licença aos russos da Katusha para poder competir no World Tour, primeira divisão de ciclismo, em 2020, anunciou hoje a equipa do médio oriente.

Apesar de ter concluído o acordo junto da Katusha, que este ano contou com os ciclistas portugueses José Gonçalves e Rúben Ribeiro e que teve também José Azevedo como diretor desportivo, a equipa israelita está dependente da aprovação por parte da União Ciclista Internacional (UCI).

O patrão da Israel Cycling, Sylan Adams, mostrou-se satisfeito pelo acordo alcançado: "Quero agradecer à direção da Katusha e ao seu proprietário, Igor Makarov, por escolher fazer esse acordo connosco, porque sei que ele tem várias opções disponíveis".

A Israel Cycling, que participou nas últimas duas edições do Giro como convidada, já anunciou a contratação do irlandês Daniel Martin, ex-UAE Emirates, e do francês Hugo Hofstetter, ex-Cofidis.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.