O ex-ciclista espanhol Alberto Contador apontou hoje o colombiano Egan Bernal (Ineos) como o principal candidato à Volta à França, adiada para agosto devido à pandemia de covid-19, e revelou confiança no também colombiano Nairo Quintana (Arkéa-Samsic).

“Ainda acredito em Quintana. Muitos já não acreditam, mas ele começou a temporada muito bem. Ninguém conseguiu segui-lo na montanha. Ele ainda pode vencer o Tour”, afirmou Alberto Contador em declarações à plataforma holandesa WielerFlits.

Alberto Contador, de 37 anos, único espanhol a vencer as três maiores provas velocipédicas, o Tour (França), o Giro (Itália) e a Vuelta (Espanha), considera que a edição de 2020, prevista para decorrer de 29 de agosto a 20 de setembro, “promete ser emocionante”.

“O candidato número um é, sem dúvida, Egan Bernal. Ele é um ciclista muito maduro, dentro e fora da bicicleta”, considerou Alberto Contador, apontando as declarações do colombiano sobre os colegas de equipa Chris Froome e Geraint Thomas como “dignas de um campeão”.

Egan Bernal, de 23 anos, vencedor do Tour em 2019, afirmou que não se sacrificaria pelos ingleses Chris Froome, vencedor em 2013, 2015, 2016 e 2017, e Geraint Thomas, de 33, que triunfo em 2018, se se encontrar em melhores condições.

Alberto Contador disse que a dupla Egan Bernal/Chris Froome, da Ineos, tem “um grande potencial” e os ciclistas “sabem como vencer o Tour”, mas lembrou que também outros corredores podem ter hipóteses, como o esloveno Primoz Roglic e o holandês Tom Dumoulin, da Jumbo-Visma.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.