O antigo pugilista norte-americano Mike Tyson garantiu hoje que não vai participar num combate de beneficência com o compatriota Evander Holyfield, depois de ambos terem publicado vídeos nos quais demonstram vontade de voltar a competir.

O polémico pugilista Mike Tyson, de 53 anos, voltou a chamar recentemente a atenção do público, depois de ter publicado vídeos a treinar, admitindo que pretende regressar às competições.

Praticamente na mesmo altura, Holyfield, de 57 anos, teve uma atitude semelhante, o que gerou especulações de que pudesse ser realizado um terceiro combate entre ambos.

No programa Young Money Radio, Tyson disse que voltará a competir, sem revelar o nome do adversário, mas deixou claro que o primeiro oponente no ringue não será Evander Holyfield, que já defrontou duas vezes.

O ex-campeão mundial de pesos pesados garantiu que se sente “melhor do que nunca” e frisou que a sua única preocupação em regressar ao pugilismo é ajudar pessoas carenciadas.

No início de maio, Evander Holyfield anunciou o regresso aos ringues para promover uma campanha de solidariedade e para ajudar jovens, e o público apressou-se a pedir que enfrentasse Mike Tyson.

Holyfield conta com vários títulos mundiais, mas um dos seus combates mais mediáticos aconteceu na segunda vez em que lutou com Tyson, em 1997, com este a ser desqualificado depois de lhe arrancar com os dentes parte de uma orelha.

Esse foi o segundo combate entre os dois pugilistas norte-americanos, no qual Tyson tentava desforrar a derrota de 1996, quando Evander Holyfield venceu em Las Vegas o título mundial por KO, no oitavo de 12 ‘rounds’.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.