O Comité Olímpico Internacional (COI) anunciou hoje que só vão ser autorizados grupos específicos de espectadores nos Jogos Olímpicos de Inverno Pequim2022, cancelando a venda ao público de bilhetes devido à atual situação pandémica de covid-19.

“Para garantir a segurança de todos os participantes e espectadores, decidiu-se que os bilhetes já não vão ser vendidos, mas sim entregues, através de um programa especial, a grupos de espetadores para estarem ‘in situ’ durante as provas”, lê-se em comunicado.

Segundo o COI, estas medidas vão ser válidas para a competição prevista para entre 04 e 20 de fevereiro e também para os Jogos Paralímpicos de Inverno, agendados para entre 04 e 13 de março.

Inicialmente, a organização tinha decidido vender apenas bilhetes a habitantes da China para diminuir os riscos de contágio do coronavírus SARS-Cov-2.

Pequim endureceu hoje o controlo nos acessos à cidade após ter sido detetado no sábado um contágio por transmissão local da variante Ómicron do coronavírus.

O país tem atualmente 3.494 casos ativos no seu território continental.

Os Jogos de Inverno vão disputar-se numa restrita ‘bolha sanitária’, da qual os desportistas e restantes participantes não poderão sair.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.