A Conquista do Hóquei Português

Já bem dentro do Verão, o sétimo mês de 2019 ficou marcado pela conquista do Mundial de Hóquei em patins pela seleção nacional da modalidade.

A seleção nacional começou a sua caminhada com uma vitória ‘gorda’ sobre a Colômbia por 8-2, seguindo-se um empate com a Argentina e nova goleada ao Chile por 9-4 na fase de grupos.

Na fase a eliminar, Portugal mandou para casa a Itália nos ‘quartos’, nos penaltis e derrotou a Espanha, nas ‘meias’ no prolongamento por 4-2 seguindo para a final frente à Argentina.

Antes da conquista do título, Hélder Nunes e os colegas fizeram uma 'Volta a Portugal' de hóquei em patins
Antes da conquista do título, Hélder Nunes e os colegas fizeram uma 'Volta a Portugal' de hóquei em patins
Ver artigo

No último jogo, a seleção lusa foi obrigada às grandes penalidades, depois de empate a zeros no tempo regulamentar, acabando por vencer por 2-1 e levantando novamente o troféu de campeão do mundo, 16 anos depois da conquista de 2003 em Oliveira de Azeméis.

As melhores fotografias da semana
Portugal é campeão do Mundo de Hóquei em Patins

Os campeões foram recebidos em festa no aeroporto de Lisboa e receberam ainda uma condecoração das mãos do Presidente da República, no Palácio de Belém onde foram recebidos depois da conquista.

As Competições Continentais (e mundiais)

O mês de Julho ficou ainda marcado pelas várias competições continentais e mundiais realizadas pelo mundo.

O Mundial de Futebol Feminino, em França, bateu recordes de audiência e lançou bases para o futuro da modalidade.

Megan Rapinoe diz que seleção campeã mundial de futebol feminino não irá à Casa Branca
Megan Rapinoe diz que seleção campeã mundial de futebol feminino não irá à Casa Branca
Ver artigo

Das oito finalistas nos oitavos, sete eram seleções europeias, mas quem acabou por vencer foi a seleção dos Estados Unidos da América, ao baterem a Holanda por 2-0 no Estádio de Lyon. Com seria de esperar a equipa a foi recebida em festa pela cidade de Nova Iorque.

Na América do Norte realizou-se a Gold Cup, a principal prova de seleções da América do Norte, Central e Caraíbas, que terminou com o México a vencer a prova pela oitava vez batendo os anfitriões Estados Unidos da América na final por 1-0.

Seguimos para sul e para a América Latina que disputou a Copa América. O Brasil, anfitrião da prova, teve melhor sorte que o anfitrião da Gold Cup e acabou por levantar o troféu no Maracanã ao bater o Perú na final por 3-1 .

Messi: "Não temos de fazer parte desta corrupção"
Messi: "Não temos de fazer parte desta corrupção"
Ver artigo

A 'canarinha' pelo caminho ainda derrotou a Argentina nas meias-finais por 2-0, no Superclássico das Américas e tirou mais uma oportunidade a Messi vencer um título pela 'albiceleste' que se ficou pelo 3.º lugar da prova.

Cruzamos o Atlântico e chegamos a África que disputou a CAN no Egito, que terminou com a vitória da Argélia, depois de bater o Senegal por 1-0 com o golo da vitória a ser marcado logo ao segundo minuto de jogo e a garantir o segundo título dos argelinos na competição, depois da vitória de 1990.

CAN2019: Seleção argelina recebida em delírio nas ruas de Argel
CAN2019: Seleção argelina recebida em delírio nas ruas de Argel
Ver artigo
Competições Continentais e Mundiais
créditos: SAPO Desporto

 Recorde as melhores fotografias do mês de julho na galeria abaixo

A chegada de João Félix ao Atlético de Madrid

Julho foi também o mês em que João Félix foi oficializado no seu novo clube: apesar do interesse de Guardiola e do Manchester City, Félix acabou por seguir para o Atlético de Madrid a troco de 120 milhões de euros, a maior transferência do futebol português e uma das maiores da história do futebol.

E logo no primeiro mês marcou o seu primeiro golo e fez as suas primeiras assistências ao serviço dos ‘colchoneros’, a 27 de julho, na humilhação que o Atlético de Madrid impôs ao Real Madrid por 7-3 na International Champions Cup nos Estados Unidos.

Verão quente em Madrid. Os negócios que fazem do Atlético o 'rei' do mercado de transferências
Atletico Madrid's new Portuguese midfielder Joao Felix holds his new jersey during his official presentation at the Wanda Metropolitan stadium in Madrid on July 8, 2019. (Photo by PIERRE-PHILIPPE MARCOU / AFP) créditos: SAPO Desporto

Bruno de Carvalho, expulso de sócio do Sporting

O mês de julho ficou também marcado pela expulsão de Bruno de Carvalho de sócio do Sporting Clube de Portugal.

Depois da suspensão de 12 meses, que o impediu de se candidatar à presidência do Sporting (nas eleições que elegeram Frederico Varandas como presidente do clube), o ex-presidente 'leonino' viu a sua expulsão decidida na Assembleia Geral do clube de 6 de julho, convocada com o único ponto de decidir a sua expulsão e de Alexandre Godinho, antigo vice-presidente da condição de sócios do clube.

Mais de 5.100 sócios rumaram ao Pavilhão João Rocha para exercer o seu direito de voto, numa reunião magna que ficou marcada por alguns momentos de tensão, com 69,3% dos votantes a votarem favoravelmente à expulsão do antigo presidente 'leonino'.

Rogério Alves espera "estabilidade" no Sporting após confirmação da expulsão de Bruno de Carvalho
Rogério Alves espera "estabilidade" no Sporting após confirmação da expulsão de Bruno de Carvalho
Ver artigo

Também durante o mês de julho, Bruno de Carvalho regressou ao tribunal para ser ouvido no âmbito do processo do Ataque à Academia de Alcochete no qual foi constituído arguido.

Bruno de Carvalho ouvido no processo do ataque à Academia de Alcochete
O ex-presidente do Sporting, Bruno de Carvalho (C), à chegada ao Campus da Justiça, para ser ouvido, na qualidade de arguido, no âmbito do processo sobre o ataque à Academia do clube, em Alcochete, cuja fase de instrução teve início na terça-feira, em Lisboa, 03 de julho de 2019. JOÃO RELVAS/LUSA créditos: Lusa

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.