Onde se viam jogadores, adeptos, bolas, discos, volantes, agora vêm-se camas, batas, doentes e médicos que lutam para que estes recuperem o mais depressa possível.

Os pavilhões desportivos, estádios e outros recintos desportivos têm sido utilizados nos últimos tempos pelas autoridades como hospitais de campanha de forma a ajudar a aliviar a pressão sobre os hospitais dos países.

Estas são as imagens dos campos e recintos tomados de assalto pela COVID-19, com a esperança que a bola, os volantes, os discos, os jogadores e a paixão pelo desporto possam lá voltar assim que possível.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.