Autor do único golo do Sacavenense na goleada (1-7) sofrida frente ao Sporting, o avançado Iaquinta explicou que a dedicatória do golo vai para o seu pai, recentemente falecido.

"Queria dedicar este golo à memória do meu pai, que faleceu há menos de três meses. O sonho dele era um dia sentar-se à frente do televisor e ver-me a jogar futebol, mas infelizmente...", disse o atacante guineense.

Quanto ao encontro, Iaquinta diz que ele e os colegas fizeram o máximo para dignificar o clube. "Sabíamos que o jogo não ia ser fácil, o Sporting tem uma grande equipa. Tentámos dar o nosso máximo e dignificar o clube. O resultado é um pouco ingrato mas agora vamos pensar no nosso campeonato", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.