O FC Porto pode juntar a Taça de Portugal de futebol ao título de campeão, ao defrontar no domingo o Tondela, que se estreia na final da prova ‘rainha’ uma semana após ter sido despromovido à II Liga.

O Tondela e o FC Porto chegam à final da Taça de Portugal em momentos muitos distintos. O emblema beirão terminou a I Liga, à qual chegou em 2015, desta época no 17.º lugar, em zona de despromoção, com 28 pontos, caindo, assim, para a II Liga. Já os dragões terminaram como queriam, no primeiro lugar e ainda com a possibilidade de fazer a dobradinha no Jamor.

A equipa portuense procura erguer pela 18.ª vez o troféu e conquistar a nona ‘dobradinha’, isolando-se como o segundo clube com mais triunfos na segunda competição nacional mais importante – tem os mesmos 17 do Sporting -, mas ainda a distância considerável do recordista Benfica (26).

Para o Tondela, que nunca tinha sequer chegado aos ‘quartos’, a época 2021/22 será sempre agridoce: vai disputar pela primeira vez o jogo decisivo na Taça de Portugal e até pode conquistar o título mais relevante em 89 anos de história, apenas oito dias depois de ter terminado a I Liga no 17.º e penúltimo lugar.

O Tondela acompanhou o Belenenses SAD na descida ao segundo escalão, após sete temporadas entre os ‘grandes’, mas até poderá disputar a próxima edição da Liga Europa, enquanto participa na II Liga, graças à vaga reservada ao vencedor da Taça – o Beira-Mar viveu essa situação em 1999/2000, na Taça UEFA.

Do lado ‘azul e branco’, também poderá ser feita história, por Sérgio Conceição, que se pode tornar o primeiro treinador do FC Porto a alcançar duas ‘dobradinhas’, depois de em 2019/20 ter cometido idêntica proeza, com o ‘bónus’ de ter batido o rival Benfica na final da Taça, por 2-1.

Se a classificação do campeonato tivesse algum reflexo no jogo de domingo, com início às 17:15, os ‘dragões’ já estariam a festejar antecipadamente, uma vez que a distância entre as duas equipas foi de 63 pontos, mas o Tondela quererá manter vivo o espírito de ‘tomba gigantes’ que caracteriza a competição.

O caminho até ao Jamor

O Tondela e o FC Porto entraram na terceira eliminatória da prova, com os beirões a eliminarem o Camacha por 2-1. Já os dragões golearam o Sintrense por 5-0.

Seguiu-se o duelo entre o Tondela e o Leixões, com o clube da I Liga a vencer os matosinhenses por 3-1. O FC Porto também recebeu um emblema da II Liga, o Feirense, tendo imposto outra goleada (5-1).

Nos oitavos de final, o clássico entre o FC Porto e o Benfica no Estádio do Dragão terminou com o triunfo dos campeões nacionais por 3-1, eliminando um dos habituais favoritos. Também em duelo entre primodivisionários, o Tondela eliminou o Estoril-Praia por 3-1.

O FC Porto foi até Vizela eliminar a equipa local ao vencer por 3-1 nos quartos de final da Taça de Portugal, já o Tondela venceu (1-0) pela margem mínima em casa do Rio Ave.

O FC Porto selou o apuramento para a final da Prova Rainha, ao derrotar o Sporting por 1-0 na 2.ª mão das meias-finais, depois de ter vencido também por 2-1 no primeiro encontro. No Estádio do Dragão, os azuis e brancos conseguiram voltar a superiorizar-se, vencendo por 1-0. O golo do triunfo foi anotado por Toni Martínez, aos 84'.

O Tondela tinha sido a primeira equipa a marcar presença no Jamor, depois de eliminar o CD Mafra. Os beirões tinham vencido na primeira mão por 3-0 e empataram nesta quarta-feira em Mafra (1-1), selando o apuramento para o jogo decisivo da Prova Rainha.

Histórico de confrontos

Na I Liga, FC Porto e Tondela já mediram forças por 15 vezes, com os dragões a terem registado 13 vitórias, contra um do Tondela. Há ainda registo de um empate entre os dois conjuntos. Essa única vitória do Tondela, contudo, teve lugar no Estádio do Dragão, precisamente na primeira vez que os beirões visitaram esse recinto. Então orientados por José Peseiro, os dragões viram-se surpreendidos pelo Tondela de Petit, que venceu por 1-0.

O FC Porto venceu os últimos 12 jogos que disputou frente ao Tondela e nos oito mais recentes marcou sempre, pelo menos, dois golos. Na primeira volta da I Liga o FC Porto venceu em Tondela por 3-1. Com Taremi a assinar um hat-trick e a virar o marcador depois de Neto Borges ter dado uma vantagem madrugadora ao Tondela. Na segunda volta, o os dragões golearam por 4-0. Os azuis e brancos sentiram dificuldades para chegar à vantagem, mas as mudanças introduzidas por Sérgio Conceição e a expulsão de um homem dos beirões abriram caminho à goleada.

O que dizem os treinadores

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto: "Os títulos são sempre especiais. Conquistámos o principal e agora o próximo é sempre o mais importante. Amanhã temos mais uma possibilidade, respeitando a equipa do Tondela, cujo trajeto no campeonato nada interessa. É uma equipa que se sente confortável nos jogos a eliminar. Temos que estar confiantes, mas desconfiados. Eliminámos Sporting e Benfica, portanto merecemos estar aqui. Ganhar a Taça será a cereja no topo do bolo."

Nuno Campos, treinador do Tondela: "Sabemos que defrontamos uma equipa bastante forte, mas também temos do nosso lado uma grande alma, uma vontade enorme de poder disputar este jogo para ganhar e é isso que vamos fazer. Quando entrarmos ali e começarmos a olhar em redor e vermos a envolvência toda do estádio, não há motivação que falhe e nós temos de nos concentrar nas nossas tarefas de forma a conseguir bater-nos com um campeão nacional, que é sempre algo difícil, mas que temos as nossas chances."

Arbitragem

O árbitro Rui Costa vai dirigir a final da Taça de Portugal de futebol entre o FC Porto e o Tondela, marcada para domingo, anunciou hoje a Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol.

O juiz portuense, de 45 anos, terá como árbitros assistentes Nuno Manso e João Bessa Silva, o quarto árbitro será Cláudio Pereira e a função de vídeoárbitro (VAR) ficará a cargo de Bruno Esteves, coadjuvado por Vítor Ferreira e Ricardo Santos.

Esta será a primeira final da Taça de Portugal dirigida por Rui Costa, que conta no seu currículo com a presença numa final da Taça da Liga, na época de 2017/18, entre o Sporting e o Vitória de Setúbal, que os ‘leões’ venceram nas grandes penalidades.

Rui Costa ainda não apitou o Tondela esta época, mas dirigiu dois jogos do FC Porto na I Liga, nos Açores, perante o Santa Clara, e no estádio do Dragão frente ao Famalicão, ambos vencidos pelos portistas, por 3-0 e 3-1, respetivamente.

A final da Taça de Portugal disputa-se no domingo, a partir das 17:15, no Estádio Nacional, entre o Tondela, que nunca conquistou o troféu, e o FC Porto, que já levantou a Taça por 17 vezes.

A final da Taça de Portugal Placard está agendada para 22 de maio, pelas 17h15, no Jamor.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.