Resumo da partida

O FC Porto qualificou-se, ontem, para os quartos de final da Taça de Portugal de futebol, ao vencer em casa o Santa Clara, por 1-0, em jogo dos ‘oitavos’, com um golo de Nakajima.

O avançado internacional japonês assinou o seu primeiro golo com a camisola dos ‘dragões’, aos 29 minutos, que valeu o apuramento dos ‘azuis e brancos' para os ‘quartos’.

Golo de Nakajima e depressão Elsa levam o FC Porto até aos quartos de final da Taça de Portugal
Golo de Nakajima e depressão Elsa levam o FC Porto até aos quartos de final da Taça de Portugal
Ver artigo

O FC Porto é a sétima equipa a assegurar presença nesta fase da Taça, depois de Benfica, Rio Ave e Paços de Ferreira, também da I Liga, Académico Viseu e Varzim, ambos da II Liga, e do Canelas 2010, do Campeonato de Portugal.

O último apurado para os ‘quartos’ vai ser o vencedor do embate entre Famalicão e Mafra, cujo início estava marcado para as 20:30, mas teve o início atrasado devido às más condições do relvado, provocadas pela chuva.

Momento do jogo: Golo de Nakajima

Os dragões chegaram à vantagem ao minuto 28, numa boa jogada de Corona, com o mexicano a cruzar para a área onde apareceu o japonês Nakajima a encostar para o fundo da baliza de André Ferreira. Este foi o único golo da partida, que contou apenas com pouco mais de dez mil espetadores nas bancadas. O mau tempo, aliado a um jogo a meio da semana, afastou os adeptos deste desafio da Taça de Portugal.

Mau tempo agravou-se na segunda parte e encharca o relvado

A forte chuva encharcou no segundo tempo o relvado do Estádio do Dragão, fazendo com que a fluidez do jogo fosse muito mais lenta e atabalhoada. Além disso, estas condições exigem mais fisicamente dos jogadores, algo que os jogadores do Santa Clara sentiram mais dificuldades. Por esta razão, o treinador João Henriques foi obrigado operar substituições ao longo da partida.

O lance polémico

Aos 21 minutos, Zé Luís ainda tentou o remate acrobático depois de um primeiro desvio de Pepe, mas o lance foi interrompido por falta sobre Nené. O árbitro mostrou o cartão amarelo ao jogador do FC Porto.

Figura do desafio

Nakajima foi o jogador que deu alguma cor ao futebol ofensivo do FC Porto. O golo não foi vistoso, mas foi o primeiro golo do internacional japonês. Nakajima raramente perdeu o controlo a bola e ofereceu mais rapidez - a possível - ao futebol portista.

Vozes dos protagonistas

Pepe: “Noite fria, chuvosa, vento e eles aqui a apoiar-nos”

Conceição: “As condições são difíceis pelo país e é difícil com esta chuva encontrar um relvado em boas condições”

Zé Manuel: “Fazer mais era difícil”

João Henriques: “A entrega do Santa Clara justificava um resultado diferente”

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.