Declarações de Emanuel Ferro, treinador-adjunto do Sporting, à Sport TV, após a vitória dos 'leões' por 4-2.

Chave para esta vitória fantástica: "Venceu o queremos ver em todos os jogos. Os jogadores venceram, tiveram uma atitude muito forte. O coletivo esteve sempre ligado e quis sempre fazer melhor mesmo quando as coisas não estavam a correr tão bem. Na primeira parte acabámos por cometer um ou dois erros. Tínhamos consciência de que não ia ser fácil, mas que podíamos fazer muito na segunda parte. A simplicidade e a ambição com que encaramos cada jogo, significa apenas o apuramento. Cometemos erros que temos de corrigir, mas houve coisas extraordinárias. A equipa soube sofrer, teve entreajuda. A equipa está a crescer, está muito forte"

Reviravolta por Plata e Camacho, dois miúdos que tem jogado pouco: "Olhamos para eles como jogadores do plantel. Há jogadores que têm mais frequência de convocatórias e presenças na equipa, mas contamos com todos, inclusive com alguns sub-23. Todos têm de estar preparados para que isto possa acontecer. Tem de encarar cada jogo como o mais importante das suas vidas. Desejamos bom natal a todos. Deixo ainda uma palavra ao Portimonense que fez jogo bastante positivo, mas com vontade ultrapassámos as dificuldades que nos colocaram. O futebol é assim."

Portimonense teve o jogo na mão: "O Portimonense fez um jogo positivo, esteve a ganhar, mas no fim fomos nós a dar a volta, merecemos".

O Sporting virou, este sábado, uma desvantagem de dois golos para 4-2 e venceu em casa do Portimonense, na terceira jornada da fase de grupos da Taça da Liga de futebol, apurando-se para a 'final four' da prova. Num grupo C em que, além destas duas equipas, também o Rio Ave estava na corrida à fase decisiva, os de Portimão começaram melhor e chegaram aos 2-0, com golos de Jackson Martinez, aos 16, de grande penalidade, e de Mathieu, aos 31, na própria baliza, mas os 'leões' deram a volta ao resultado, através de Vietto (37), Rafael Camacho (77), Gonzalo Plata (83) e Luiz Phellype (90+5).

A virada, que ganhou ainda maior expressão pelo facto de o Sporting ter jogado com menos um toda a segunda parte devido à expulsão, por duplo amarelo, de Bolasie, aos 45, permitiu aos 'leões' ganharem o grupo, uma vez que no outro encontro, o Rio Ave, que tinha assegurada a passagem em caso de triunfo, perdeu na receção ao Gil Vicente por 1-0, golo sofrido aos 90+5, quando Sandro Lima converteu uma grande penalidade.

Na 'final four', a disputar entre 21 e 25 de janeiro, em Braga, os 'leões', campeões nas edições de 2017/2018 e 2018/19, vão defrontar o vencedor do grupo A, a sair do jogo de domingo entre o Paços de Ferreira e o Sporting de Braga, bastando aos 'arsenalistas' o empate.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.