O Benfica defronta, a partir das 19h45 desta terça-feira, o Boavista na primeira meia-final da Taça da Liga de futebol que se disputa no Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, com arbitragem de Fábio Veríssimo (AF Leiria).

O clube da Luz, agora sob orientação de Nélson Veríssimo, que sucedeu ao seis vezes campeão da prova Jorge Jesus, chega à competição desfalcados dos sul-americanos Otamendi e Darwin Nuñez, convocados para os jogos de Argentina e Uruguai, respetivamente.

Sem os lesionados Lucas Veríssimo, para o centro da defesa, e Seferovic, para o ataque, o treinador das ‘águias’ deverá recorrer a Morato e a Gonçalo Ramos, autor do golo da confirmação da vitória por 2-0 em Arouca, na sexta-feira, para apresentar o seu ‘4-4-2’.

Depois das duas derrotas frente ao FC Porto, para a Taça de Portugal e para o campeonato, o Benfica ainda não perdeu, mas entre os dois triunfos por 2-0, empatou na receção ao Moreirense (1-1), atrasando-se um pouco mais na ‘corrida’ pelo título de campeão.

O Boavista tenta também melhorar o melhor registo na Taça da Liga e regressar a uma final – a última das seis presenças remonta a 1996/97, quando venceu pela quinta vez a Taça de Portugal –, agora sob o comando do antigo futebolista do clube Petit, que sucedeu a João Pedro Sousa.

Sem o gambiano Yusupha, o iraniano Alireza Beiranvand, o norte-americano Reggie Cannon e o equatoriano Jackson Porozo, nas respetivas seleções, os ‘axadrezados’ vão defrontar o Benfica, recordista de títulos na prova, com sete, após quatro empates seguidos e seis jogos sem perder, que procura regressar ao palco da decisão da prova, seis anos depois do último triunfo, em 2015/16, em Coimbra.

Guia de forma

Nos nove últimos jogos realizados na Taça da Liga, o Benfica só venceu um (no tempo regulamentar) - precisamente o último, frente ao SC Covilhã. Os encarnados marcaram três golos em cada um dos dois jogos que realizou nesta edição da prova.

A equipa lisboeta foi eliminada nas três últimas vezes em que participou nas meias-finais da Taça da Liga.

Já o Boavista venceu os quatro jogos que disputou nesta edição da Taça da Liga, sendo que está a disputar a meia-final da prova pela primeira vez.

O Benfica não perde há três jogos, mas o Boavista não perde há seis jogos, tendo os axadrezados somado quatro empates consecutivos.

Os quatro últimos jogos realizados pelo Boavista terminaram todos com o mesmo resultado: 1-1 e, nos 11 últimos jogos, o clube do Porto marcou em 10.

Histórico de confrontos

O Benfica e Boavista defrontaram-se por 127 vezes, com vantagem dos encarnados, que somam 75 vitórias, contra 20 triunfos dos axadrezados.

Esta é a primeira vez que as duas equipas se defrontam na Taça da Liga. Em campo neutro, as duas equipas defrontaram-se por três vezes, com uma vitória do Benfica e dois triunfos do Boavista.

O último jogo disputado entre as duas equipas em campo neutro foi em 1996-97, na final da Taça de Portugal, com vitória dos axadrezados por 3-2.

O Benfica venceu sete dos oito últimos jogos e, a eliminar, apresenta uma vantagem nos duelos frente ao adversário desta noite: em oito eliminatórias, cinco vitórias para os encarnados e três para os axadrezados.

Esta época, as duas equipas já se defrontaram para a I Liga, com o Benfica a sair vitorioso por 3-1.

O que dizem os treinadores

Troféu é objetivo do Benfica, mas não salva a época para Nelson Veríssimo

O treinador Nelson Veríssimo assegurou que conquistar a Taça da Liga é um objetivo assumido da equipa de futebol do Benfica desde o início da época, mas não salva a temporada. Questionado sobre se a conquista do troféu salva uma época, em que os ‘encarnados’ já estão a nove pontos do líder do campeonato, o FC Porto, e eliminados da Taça de Portugal, o técnico foi perentório e admitiu que “o principal objetivo” do clube continua a ser a I Liga.

Petit quer Boavista "fazer história e levar troféu para casa"

O objetivo do Boavista é ganhar ao Benfica, para depois vencer a Taça da Liga de futebol, assumiu o treinador Petit, frisando que a equipa "quer muito fazer história". Petit garantiu que, mesmo com dez baixas no plantel, o Boavista está preparado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.