O internacional italiano Daniele de Rossi rescindiu contrato com os argentinos do Boca Juniors e oficializou a retirado do futebol. A decisão foi partilhada pelo próprio médio italiano em conferência de imprensa.

"É uma decisão pessoal. Não está relacionada com problemas de saúde, não aconteceu nada de grave. Tenho necessidade de estar perto da minha filha e da minha família. Ele tem saudades minhas, eu tenho saudades da minha família. Não há outro motivo para sair. Não me desentendi com Riquelme nem com a nova direção. Todos mostraram muito carinho, pediram-me para ficar e estiveram ao meu lado até hoje. A minha decisão é definitiva. Desfrutei muito com os meus colegas", disse De Rossi.

O médio italiano revelou ainda que vai "continuar em Itália a trabalhar no futebol, mas não sei em que papel. Vou estar em Roma ou nas cidades à volta".

"Nunca pensei amar tanto um clube que não fosse a Roma. Parte do meu coração ficará aqui. Sabem como é jogar aqui... estes adeptos, a Bombonera, este balneário. Agradeço a Angelici. O Burdisso também teve uma participação especial na minha vinda para aqui. Vou ser do Boca para sempre. Acredito que o destino vai unir-nos outra vez. Vou ver jogos do Boca com os meus amigos. As pessoas transformaram a minha vinda para cá em algo mágico que nunca esquecerei", admitiu De Rossi.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.