É dada como certa a saída de Zlatan Ibrahimovic do AC Milan, ainda assim o sueco para já prefere esperar pelo que vai acontecer.

"Vamos ver, ainda há um mês para me divertir. Há coisas a acontecer aqui sobre as quais não temos controlo. Sinto muito pelos adeptos, porque este poderia ter sido um dos últimos jogos em que eles me viram ao vivo", referiu o jogador que apontou um golo e logrou uma assistência na partida frente à Juventus (4-2).

"Se eu estivesse aqui desde o primeiro dia teríamos vencido o campeonato com certeza. Sou velho, não é segredo, mas a idade é apenas um número. Estou a treinar bem, tenho um bom equilíbrio. Aos 38 anos, não tenho o mesmo corpo de antes, mas faço o que posso. Com inteligência chego lá e se não faço diferença não gosto. Não estou aqui para ser uma mascote", acrescentou.

Ao seu estilo, Ibra respondeu desta forma quando o questionaram sobre se gostaria de ser treinador.

"Eu aqui sou presidente, treinador e jogador, mas eles só me pagam como jogador de futebol. Isso é a única coisa negativa."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.