Juventus e Gonzalo Higuaín chegaram a um acordo para rescindir o último ano de contrato do atacante argentino, esperado no Inter Miami, nos Estados Unidos da América.

"Foi alcançado um acordo nas últimas horas, pelo que Higuaín já está num voo para os Estados Unidos", anunciou a 'Gazzetta dello Sport' à tarde.

O acordo "foi feito e será oficializado assim que o argentino resolver os últimos detalhes com o Inter Miami de David Beckham", garantiu a rede Sky Sport.

A Juventus, questionada sobre o assunto, não confirmou nem negou as informações.

O contrato de Gonzalo Higuaín expira em 2021, mas o novo treinador da Juventus, Andrea Pirlo, anunciou que não conta com 'Pipita'.

"Ele foi um grande campeão, um grande jogador, mas o ciclo acabou", disse o treinador sobre o atacante de 32 anos, contratado em 2016 pela Juventus por 90 milhões de euros ao Nápoles.

O Inter Miami, de propriedade do ex-jogador inglês David Beckham, acaba de contratar outro ex-atleta da Juve, o francês Blaise Matuidi.

O argentino teve uma temporada discreta, longe do seu nível em 2015/16, quando terminou como melhor marcador da Serie A pelo Náples, ao quebrar o recorde de número de golos marcados numa temporada na primeira divisão italiana (36, uma marca igualada na temporada passada por Ciro Immobile, da Lazio).

A saída de Higuaín é uma prioridade para a Juventus, para poder concretizar a contratação de um novo 9, como deseja Pirlo, para apoiar a dupla Cristiano Ronaldo-Dybala.

O avançado uruguaio do Barcelona, Luis Suárez, pode ser um dos alvos, segundo a imprensa italiana.

Outros nomes citados pela imprensa incluem o atacante bósnio da Roma, Edin Dzeko, e o espanhol do Atlético de Madrid, Álvaro Morata, que já vestiu a camisola da Juve no passado, entre 2014 e 2016.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.