A Fiorentina pediu esta terça-feira aos seus adeptos para evitarem cânticos racistas na partida da primeira mão da meia-final da Taça de Itália contra a Juventus, que vai marcar o reencontro de Dusan Vlahovic com a antiga equipa.

A partida de quarta-feira será a primeira vez que o atacante sérvio Vlahovic retorna a Florença desde que deixou a Fiorentina pela rival Juventus no final do mercado de transferências de janeiro.

Em comunicado, que não cita Vlahovic, a Fiorentina convidou "os adeptos a apoiarem a equipa com paixão, coração e senso de humor extraordinário, mostrando amor pelas suas cores durante os 90 minutos, evitando cânticos racistas e discriminatórios que não têm nada a ver com a nossa cultura ou história".

Vlahovic foi alvo de comentários racistas do adeptos da Atalanta, que o chamaram "cigano" em setembro, insultos que deixaram o jogador de 22 anos, então ainda jogador da Fiorentina, à beira das lágrimas durante a entrevista pós-jogo.

Esse incidente ocorreu um mês antes de um pequeno grupo de adeptos da Fiorentina chamar Kalidou Koulibaly , do Nápoles, de "macaco" e também abusar racialmente de Victor Osimhen durante uma derrota em casa frente aos atuais líderes da Série A.

A saída de Vlahovic para a Juventus, historicamente a equipa mais desprezada pelos adeptos da Fiorentina, ocorreu após meses de disputas sobre uma extensão de contrato com o Viola que nunca se concretizou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.