O treinador do Bolonha, o sérvio Sinisa Mihajlovic, disse hoje que preferia "não jogar" na próxima temporada da Liga italiana de futebol se esta continuar a decorrer à porta fechada, devido à pandemia de covid-19.

"Sei que era a única forma de acabar a Serie A, mas espero que a partir de setembro as pessoas possam voltar aos estádios. Se tivesse de escolher entre não jogar ou jogar à porta fechada, preferida não jogar", disse, em conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Lecce.

Jogar assim "é uma porcaria", acrescentou o sérvio, porque se trata de "futebol sem emoções, piores que um treino".

O Bolonha, 12.º classificado, venceu apenas dois dos nove jogos após a paragem ditada pela pandemia de covid-19, numa altura em que, considerou o técnico ex-Sporting, se joga "de três em três dias com um calor incrível, distorcendo os valores" competitivos.

A pandemia de covid-19 já provocou cerca de 640 mil mortos, incluindo 1.716 em Portugal, com Itália a registar mais de 245 mil casos e 35.102 mortos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.