Um penálti convertido por Franck Kessie, aos 90+7 minutos, assegurou hoje ao AC Milan o empate 1-1 na receção à Udinese, em jogo da 25.ª jornada, que pode deixar os ‘rossoneri’ mais longe do líder Inter de Milão.

O conjunto de Udine adiantou-se no marcador aos 68 minutos, por intermédio do brasileiro Rodrigo Becao, e quando tudo apontava que os visitantes somassem a segunda vitória seguida na prova, o AC Milan beneficiou de uma grande penalidade em tempo de compensação e evitou o desaire.

Os ‘rossoneri’, que contaram com o português Rafael Leão entre os titulares, venceram apenas um dos últimos quatro jogos e mantêm-se no segundo lugar, com 53 pontos, mas podem ver o Inter de Milão ‘fugir’ no topo, tendo em conta que os ‘nerazzurri’, com 56, apenas jogam na quinta-feira, no terreno do Parma.

Também a Roma, treinada pelo português Paulo Fonseca, teve de esperar pelos instantes finais da partida com a Fiorentina para garantir um triunfo por 2-1, graças ao golo do médio guineense Amadou Diawara, aos 90 minutos, depois de Leonardo Spinazzola ter adiantado os romanos, aos 49, e reposto a igualdade, aos 60, com um autogolo.

A equipa da capital segue no quinto lugar, com 47 pontos, e continua na perseguição a Juventus e Atalanta, que ocupam o terceiro e quarto lugares respetivamente, sendo que a formação de Bérgamo somou a quarta vitória consecutiva, com uma goleada por 5-1 ao último colocado, Crotone.

Robin Goosens, Jose Palomino, Luis Muriel, Josip Ilicic e Aleksey Miranchuk marcaram os tentos da Atalanta, enquanto Simy, antigo jogador de Portimonense e Gil Vicente, anotou o tento de honra dos visitantes, que contaram com o lateral português Pedro Pereira no ‘onze’.

Já o Nápoles, sexto classificado (44 pontos) atrasou-se na perseguição à Roma, ao ceder um empate 3-3 no terreno do Sassuolo, numa partida com final ‘frenético’. À entrada para o último minuto, as equipas estavam empatadas 2-2, com golos de Nikola Maskimovic, na própria baliza, e Domenico Berardi, de grande penalidade, para o Sassuolo, e de Piotr Zielinski e Giovanni di Lorenzo para os napolitanos.

Aos 90 minutos, o Nápoles operou a reviravolta, com uma grande penalidade convertida pelo ‘capitão’ Lorenzo Insigne, e parecia bem lançado para garantir o triunfo, não fosse o Sassuolo beneficiar de novo castigo máximo e repor a igualdade, aos 90+5, através de Francesco Caputo.

O Verona, com o português Miguel Veloso de início, venceu por 3-0 o Benevento e subiu ao oitavo lugar, enquanto o Cagliari bateu o Bolonha por 1-0 e saiu, provisoriamente, da zona de despromoção.

Quanto ao dérbi genovês, entre Génova e Sampdoria, terminou empatado 1-1.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.